DRAFT5

Os melhores no Brasil em 2019: (4) - PKL

Capitão da paiN é o quarto colocado do nosso top 10

Os melhores no Brasil em 2019: (4) - PKLFoto por: DRAFT5
Continua depois do anúncio
Em um ano marcado pela hegemonia da paiN Gaming dentro do cenário nacional, Vinícios "PKL" Coelho foi uma das peças mais cruciais para o êxito de sua equipe ao longo de 2019. Capitão da composição brasileira, o jogador de 25 anos mostrou mais uma vez que, apesar do peso da função de In-Game Leader, é possível ter exibições acima da média.

Veja a lista completa dos melhores atuando no Brasil em 2019.

Com vasta experiência e tendo atuado por mais de dois anos no exterior, PKL tornou-se um dos mais renomados jogadores do Brasil desde o seu retorno ao país, na metade de 2018. No entanto, tudo começou praticamente dez anos antes para o jovem Vinícios de 14 anos nascido e criado em Belo Horizonte.

"Comecei a jogar em 2008, quando eu tinha 14 anos. Nasci e vivi minha vida em Belo Horizonte, me aproximei do jogo por causa de um amigo da escola. Nunca muito fã de jogos, apenas aconteceu", conta o capitão.

Ainda no Counter-Strike 1.6, PKL atuou pela eXecurity, considerado o melhor time de Minas Gerais naquela época. Sem muitos campeonatos de grande prestígio no currículo, o mineiro migrou para o CS:GO em 2013, disputando campeonatos como a r1seCup e a BRMA.

Logo, PKL teria sua primeira oportunidade realmente profissional na versão mais recente do jogo, quando juntou-se à RampageKillers, na reta final de 2014. Com boas colocações nas principais ligas disputadas em solo nacional, a equipe foi convidada a participar da Golden Chance, campeonato organizado pela Games Academy que levaria a grande campeã para viver e competir na América do Norte.

Foto: MyCNB PKL durante a disputa da Golden Change, em agosto de 2015 | Foto: MyCNB


Era agosto de 2015, e após virada nas semis, a rK de Vinícios e outros nomes como Lucas "DeStiNy" Bullo e Thiago "tifa" França iria à disputa da grande final contra a Não Tem Como de Epitácio "TACO" Melo e Lincoln "fnx" Lau. A chance de ouro acabaria caindo por terra para o mineiro, que viu sua equipe lutar, mas sucumbir à NTC em série de cinco mapas.

Sem tempo para terra arrasada, PKL e seus demais companheiros fecharam com a Jayob e-Sports, organização que defenderiam até dezembro, tendo alguns resultados expressivos dentro do cenário nacional durante o período sob o banner da equipe, como os títulos da RGN Brazilian OpenBrasil Mega Arena Brazil Mega Cup 2015.

No apagar das luzes de 2015, a line-up acabaria sendo dispensada e assinaria com a g3nerationX para 2016, ano em que ocorreu um grande salto na carreira do então mineiro de 21 anos. Pela g3x, Vinícios se tornaria figura frequente nos pódios dos principais torneios disputados dentro do Brasil, com destaque para os títulos da E-Frag Rising Stars South America, ESEA Open Brasil S21 e da Liga XLG 2016.

Foto: Divulgação/WinOut.net Graças à WinOut.net, PKL receberia sua primeira chance internacional | Foto: Divulgação/WinOut.net


Depois de pouco mais de quatro meses entre os melhores do país, o jogador se juntaria à WinOut.net, ao lado de Renato "nak" Nakano, Gustavo "yel" Knittel, Bruno "bit" Lima e DeStiNy para competir em solo norte-americano. A estadia na organização não duraria muito tempo, e com um bom início na América do Norte, a escalação seria adquirida pela lendária Luminosity Gaming.

Assim, o atleta começou um ciclo que durou quase dois anos junto à organização canadense, sendo que neste período, auxiliou a equipe a firmar-se dentre as principais do cenário norte-americano, colocando a composição brasileira na ESL Pro League e sendo crucial para a classificação da LG à campeonatos de maior expressão, como as finais da ESL Pro League S6 e da ECS S4.

Foto: HLTV.org PKL atuou por quase dois anos junto à Luminosity, adquirindo valorosa bagagem internacional | Foto: HLTV.org


Além disso, foram vários Minors e torneios de menor calibre disputados com a jersey azul. No entanto, os resultados pareciam não se desenvolver, o que forçou a equipe a colocar PKL e Gustavo "SHOOWTiME" Gonçalves no banco de reservas em julho de 2018, com a dupla dando lugar aos Irmãos Teles.

O RETORNO AO BRASIL

Naquele que foi definido pelo próprio Vinícios como o momento mais difícil de sua carreira, ele juntaria forças com a Virtue Gaming no final de junho de 2018 para então tentar provar seu valor mais uma vez no Brasil. Ao lado de companheiro de longa data DeStiNy e daquele que o acompanha até os dias atuais, Paulo "land1n" Felipe, o mineiro rumaria à Wild logo na sequência, dando início a uma completa dominação do cenário brasileiro no segundo semestre daquele ano.

O capitão passou a empilhar canecos: foram dez ao longo dos meses finais do ano, sem contar as vitórias dominantes em classificatórios. Destaque para duas edições da ESEA Open Brasil, nas temporadas de número 28 e 29, AMD Red League 2018, duas Ligas Pro, o título do Major brasileiro, a Gamers Club Masters 2018 e a vaga na StarSeries i-League S7 após triunfo na GAMECON Open 2018.

Foto: Felipe Guerra/Gamers Club Retorno de PKL ao Brasil rendeu frutos de forma praticamente imediata | Foto: Felipe Guerra/Gamers Club


O título semestral da Liga Pro da Gamers Club ainda renderia a PKL e seus companheiros o prêmio de R$25 mil, mas não seria suficiente para mantê-los na Team Wild, que optou for cessar suas operações no final de dezembro de 2018, deixando assim a line-up que dominou o Brasil durante o segundo semestre daquele ano livre para assinar com qualquer organização que desejasse contar com seus serviços.

2019 DE RECOMEÇO E COROAÇÃO

Com a dispensa por parte da Wild, a escalação acabaria perdendo DeStiNy para a INTZ, enquanto dispensaria Denner "KHTEX" Barchfield para dar início aos trabalhos em 2019. Com o aval do capitão, um promissor Rodrigo "biguzera" Bittencourt se juntaria à então ex-Wild, ao lado de Maxcel "maxcel" Rocha.

O ano então não começou exatamente bem para PKL e companhia, com a equipe deixando escapar por entre seus dedos o título da primeira Liga Pro para a azarona INTZ Academy, além das fracas campanhas na ESL LA League S3 e na seletiva sul-americana para a ESL Pro League das Américas.

Assim, a equipe viu-se obrigada a mudar, trazendo Arthur "f4stzin" Schmitt para o lugar de maxcel. Apesar da mudança não ter surtido efeito imediato, PKL pareceu se sentir mais confortável ao lado do novo jogador da paiN, visto que logo no primeiro campeonato com a nova escalação, a Liga Pro de março, ostentou 1.30 de rating 2.0 e garantindo vaga na lista de melhores jogadores da competição.

Desgastada por mudanças, paiN não teve bom começo de 2019 | Foto: HLTV.org


Ao lado de seus companheiros, Vinícios viajou a Polônia para bootcamp preparatório para a StarSeries i-League S7. Apesar da queda precoce na competição, onde a paiN amargou saldo 0-3 na fase de grupos, o capitão teve bom desempenho, mantendo-se no azul com 1.07 de rating 2.0, além de trazer para o Brasil uma nova experiência internacional.

Com resultados e desempenhos abaixo do que se esperava, tanto individualmente, quanto coletivamente, PKL não teve boas atuações nos torneios que se sucederam, sendo incapaz de fazer a paiN passar das semis na quarta Liga Pro do ano e na etapa brasileira da ESL LA League S4. Mesmo ficando no vermelho, com 0.96 de rating 2.0, PKL conseguiu levar sua equipe ao triunfo na seletiva brasileira da AORUS League #2, conquistando assim vaga para as finais continentais em Buenos Aires.

O triunfo parece ter sido o estopim para despertar o verdadeiro potencial da paiN. Logo, a equipe conquistou a etapa de maio da Liga Pro, viajando em junho para a capital argentina para erguer o troféu da AORUS League #2 em final unilateral disputada contra os chilenos da Rejected.

Foto: Reprodução/Instagram Foto: Reprodução/Instagram


Longe de chegar como uma das favoritas para a primeira edição do Major brasileiro em 2019, a paiN chegou a Sorocaba para tentar impor sua hegemonia de volta ao cenário brasileiro, mas tendo como empecilho a força das duas equipes que vinham protagonizando uma grande rivalidade e dominando as LANs locais: W7M e DETONA.

Após fraco começo na competição, onde a equipe sucumbiu à DETONA e Team Reapers na fase de grupos, a paiN ficou à margem da eliminação para os ceifeiros no campeonato, com a Reapers chegando a estar vencendo o último e decisivo mapa, Inferno, por 11 a 4 após metade TR praticamente impecável. O clutch 1v5 de João "Horvy" Horvath foi a gota d'água daquela primeira metade.


Mesmo assim, PKL não se deu por vencido, comandando a reação de sua equipe com incríveis 39 frags e rating 2.0 de 1.98 no mapa final daquela MD3, liderando seus companheiros até uma inimaginável virada por 16 a 13. O gigante havia despertado. Pela frente nas semis, a favorita ao título W7M, não ofereceu sequer resistência ao capitão e seus comandados. Em série de apenas dois mapas, vitória mais do que convincente e mais uma atuação de gala de Vinícios.

No entanto, outra favorita, dessa vez a algoz da rodada inicial, DETONA Gaming, estava entre o mineiro e a tão sonhada taça da Gamers Club Masters III. Após uma final disputada a unhas e dentes que contou com o terceiro mapa sendo levado para a prorrogação, PKL chamou novamente a responsabilidade, abrindo o OT com clutch 1v3 e pavimentando o caminho para o título do Major brasileiro.


As performances mais do que avassaladores de PKL renderiam a ele o prêmio praticamente incontestável de MVP DRAFT5 da competição, com o jogador de 24 anos selando a conquista individual com 1.18 de rating 2.0, 1.26 de taxa de impacto 84.8 de ADR e 73.5% de KAST.

PKL teve uma de suas performances mais dominantes do ano durante a terceira edição da GC Masters | Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5


Mesmo com o título, a paiN optou novamente por mudar, trazendo o destaque da rival DETONA Wesley "hardzao" Lopes para ocupar a vaga de f4stzin, dando assim um upgrade em sua escalação visando a disputa da primeira temporada do Brasileirão do CLUTCH. A mudança mostrou-se efetiva, com PKL e companhia fazendo bom primeiro turno no Brasileirão, onde mantiveram-se no topo da tabela durante do split, garantindo vaga na LA League S5.

Antes de ir à disputa do torneio continental, ainda deu tempo do mineiro brilhar nas finais da BGS Esports 2019, mantendo-se entre os melhores jogadores do torneio e liderando a paiN a mais um título em outra final MD5 unilateral, onde bateram a W7M por três mapas a zero. Já na LA League S5, disputada na Arena da Bad Boy Leeroy, em São Paulo, PKL não hesitou em mostrar seu cartão de visitas. Com uma performance individual fora de série, o capitão acumulou sonoros 1.61 de rating 2.0 ao longo dos quatro mapas que disputou no torneio, terminando a competição com 1.90 de taxa de impacto, 100.2 de ADR e 1.02 de KPR.

A performance mais absurda de Vinícios no ano foi na quinta temporada da LA League, onde não tomou conhecimento da argentina Malvinas e da brasileira DETONA | Lucas Spricigo/DRAFT5


No segundo split do Brasileirão, as coisas não pareceram fluir tão bem para a paiN, que mesmo sem vitórias na retomada do campeonato, conseguiu classificar-se à grande final do torneio na segunda colocação, superando a Vivo Keyd nos critérios de desempate. A segunda posição da tabela também rendeu a PKL e seus companheiros a chance de defenderem o título da Gamers Club Masters.

Para a quarta edição do Major brasileiro, disputada em Maresias, litoral paulista, a paiN optou por trazer Gabriel "NEKIZ" Schenatto para o lugar de Alef "tatazin" Pereira, ganhando mais poder de fogo no papel. Restava saber se a mudança realmente surtiria efeito para a equipe, que visava retomar o caminho das vitórias.

Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5 paiN não entrou bem no primeiro dia de disputa em Maresias, mas como biguzera disse em entrevista à DRAFT5 uma certa vez, "Quando o jogo vale, desperta algo em nós" | Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5


No primeiro dia de campeonato, duas atuações abaixo do esperado comprometeram o rendimento da paiN, mas não foram capazes de intimidar Vinícios e seus comandados, com a equipe retornando mais forte para os playoffs, onde ele foi crucial nas vitórias contra RUFUS e W7M, que levaram o time à mais uma decisão.

Na grande final, mais uma vez a adversária seria a DETONA. Em jogo pegado, onde nenhum dos três mapas baixou dos trinta rounds, a paiN superou os pitbulls, o que consagrou PKL como tri-campeão da competição.

Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5 paiN levanta a taça em Maresias | Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5


A coroação do ano de ouro veio poucos dias depois. Novamente em São Paulo, na Arena BBL, Vinícios foi crucial para o triunfo da paiN, fechando a grande final do Brasileirão por dois mapas a zero sobre a rival RED Canids com outra boa atuação: 1.22 de rating 2.0 e 85.6 de ADR. MVP e companheiro de time, biguzera ressaltou o trabalho do capitão declarando: "muito do meu impacto é devido a ele".

POR QUAIS MOTIVOS PKL É O 4º MELHOR DO BRASIL EM 2019?

Não são todos os capitães que conseguem ter o impacto que PKL tem no jogo de sua equipe. Mesmo com o peso da função, o mineiro não fica para trás nas estatísticas, mostrando consistência apesar de toda a responsabilidade que carrega em seus ombros. Também é necessário ressaltar o papel que Vinícios teve na reconstrução de uma equipe ao redor do núcleo ex-Wild que dominou o Brasil no segundo semestre de 2018.

O "Piskuila", como era chamado por um amigo de infância desde os dez anos, sendo que este apelido deu origem ao seu nick, somou 32,6 DRAFT Points, resultado de uma grande regularidade do jogador, que somou 1.11 de rating 2.0 ao longo de 169 mapas disputados em solo nacional. Destaque também para o fato de que PKL costuma crescer em LAN, acumulando 1.14 de rating 2.0 nesse tipo de competição em 2019.

PKL foi MVP dos principais torneios do ano | Arte: DRAFT5/Estatísticas: HLTV


Foram três MVPs, assim como o companheiro hardzao, mas o que colocou o capitão na frente foi a importância dos torneios em que foi o jogador mais valioso sendo a GC Masters III  e a LA League S5 dois deles, diferente de hardzao que teve duas Liga Pro e uma Aorus League (nenhuma delas disputa presencial) no currículo individual.


O ADR de 80.1 também merece destaque, sendo que essa estatística salta para 82,8 nos presenciais, colocando o atleta como o segundo do nosso top 10 nesse quesito. Mais do que isso, Vinícios merece notoriedade por sua capacidade de ser um líder. Em uma função que por vezes pode ser ingrata, o capitão da paiN parece ter o dom de motivar sua equipe, algo que pode ser percebido pelos gritos que o jogador dá quando está jogando na LAN, ou para intimidar os oponentes, ou para deixar seus companheiros no hype total.

O espírito de liderança vai além do servidor, como conta PKL: "Sou um cara com muitas superstições, coloco a mesma música pro time escutar todos os dias de campeonato, e diversas outras bizarrices da minha cabeça", explica. "Minha maior motivação é voltar a jogar torneios internacionais, e mostrar a todos que dei a volta por cima, aprendi com meus erros e que irei fazer diferente", completa o In-Game Leader.

CAMINHOS FUTUROS

Lembrando do ano que passou com carinho, PKL já desenha os próximos passos. Muito mais maduro do que quando deixou a Luminosity, o atleta de 25 anos tem como objetivo voltar a competir internacionalmente:

"Esse ano de 2019 foi meu melhor ano como profissional, tanto individualmente como coletivamente, fico muito feliz em colocar a paiN no topo do cenario nacional de CS, eles deram todo apoio e suporte para que tudo isso fosse realizado. Nosso próximo passo agora é expandir para o cenário internacional", detalha.

Para a primeira colocação de nosso top 10, o jogador vê Vinícius "v$m" Moreira como grande candidato ao prêmio individual, mas seguido de perto pelo companheiro biguzera, que se sobressaiu no quesito coletivo. Já para 2020, o capitão coloca Ruann "keiz" Rotondano, que mais recentemente atuou pela Santos, como nome a ser observado de perto.
Gamers Club
Faça parte da maior comunidade de CS:GO da América Latina. Na Gamers Club você pode jogar campeonatos, aprender com jogadores profissionais e iniciar sua carreira no cenário competitivo. E ainda pode jogar com seus amigos apenas por diversão. Venha viver o game.
Conheça a Gamers Club

Saiba Mais Sobre

Notícias Relacionadas