DRAFT5

n0rb3r7 revela que organização sugeriu que jogadores fizessem matchfixing

Russo também revelou que já sofreu com problemas de salários atrasados na Winstrike

por Filipe Carbone / 18 de jun de 2021 - 16:40 / Capa: Reprodução/HLTV

David "n0rb3r7" Danielyan possui apenas três anos de experiência no cenário competitivo do Counter-Strike: Global Offensive. Entretanto, tempo o suficiente para que ele já tenha descoberto o lado um pouco mais obscuro da profissão.

Hoje na K23, o russo revelou em entrevista ao Metaratings que, no período em que defendeu a WINSIDE, a própria organização sugeriu que eles praticassem matchfixing.

"Quando jogamos na WINSIDE, a própria organização nos ofereceu para fazermos partidas falsas. Isso se deve ao fato de que, supostamente, não conseguíamos dar lucro para eles", revelou o jogador, apontando que o clube utilizava a prática ilegal para conseguir dinheiro.

Foto: Adam Lakomy/ESLFoto: Adam Lakomy/ESL

Sem revelar se a proposta foi aceita ou não por ele e pelos jogadores de equipe, a passagem de n0rb3r7 não foi muito longa. Cerca de cinco meses depois ele trilharia outro caminho, mas ainda assim um que não seria tão fácil quanto ele esperava.

Isso porque o atleta fechou com a Winstrike, que se tornou conhecida pelos débitos que possuía com os jogadores. Recentemente, por exemplo, Vlаdуslаv "bondik" Nеchуроrchuk publicou nas redes sociais uma ameaça contra o clube devido a problemas no recebimento dos ordenados.

Continua depois do anúncio

Entretanto, n0rb3r7 parece ter tido um pouco mais de sorte que o ucraniano. Hoje na K23, joga ao lado de grandes nomes da cena competitiva, como Rustem "mou" Telepov e Dauren "AdreN" Kystaubayev. O clube, por sua vez, quitou a dívida que a Winstrike possuía com o atleta.

"A Winstrike tinha uma dívida comigo, mas quando me mudei para o K23 as organizações concordaram que todas as dívidas que eles possuíam comigo seriam assumidas pela K23", disse.