Virtus.pro quer voltar a utilizar marca em competições oficiais

Clube russo tem atuado sob a tag da Outsiders devido às sanções impostas pela ESL

por Lucas Benvegnú / 21 de Set de 2022 - 18:45 / Capa: Radosław Makuch/HLTV.org

A Virtus.pro quer muito em breve voltar a utilizar sua marca em competições oficiais. Com a possibilidade de transferir suas atividades para a Armênia, o clube russo já demonstra otimismo com a probabilidade de abandonar de vez a tag Outsiders:

"Nosso novo investidor é dono da marca Virtus.pro. Por consequência, todas as nossas equipes em todas as modalidades podem e vão competir exclusivamente sob a tag da Virtus.pro", disse a organização ao escorenews.com.

Virtus.pro quer voltar a utilizar sua marca | Foto: Radosław Makuch/HLTV.orgVirtus.pro quer voltar a utilizar sua marca | Foto: Radosław Makuch/HLTV.org

O comunicado, aliás, chega dias após a Virtus.pro anunciar seu novo CEO, um cidadão armênio, e ser retirada da lista de organizações parceiras da ESforce Holding, empresa que tem laços diretos com o Kremlin.

Desde o início da guerra em solo ucraniano, o clube russo tem sido reprimido com sanções de algumas das principais organizadoras de torneios do planeta, com a Valve endossando tais restrições. No Dota 2, contudo, a Virtus.pro já deve voltar a utilizar sua marca no TI 11.

O próximo grande compromisso da organização no CS:GO deve acontecer a partir da próxima terça-feira (27), quando voltará à ação pelos playoffs da ESL Pro League S16.

Continua depois do anúncio