Twitch comunica mudanças na plataforma e proíbe jogos de azar; entenda

Sites de aberturas de caixas serão afetados

por Ariela Vasquez / 21 de Set de 2022 - 11:40 / Capa: Reprodução/CS:GO

A Twitch, plataforma de streaming da Amazon, está promovendo mudanças. Foi comunicado nesta terça-feira (20) que a partir de 18 de outubro, as transmissões de sites de roleta, jogos de azar e derivados, que não estão licenciados nos Estados Unidos, serão proibidas. Além disso, a plataforma também deixará de oferecer contratos com maior benefício pros streamers.

Sem jogos de azar

"O conteúdo de jogos de azar na Twitch tem sido um grande tópico de discussão na comunidade e algo que estamos revisando ativamente desde nossa última atualização de política nessa área. Hoje, queremos atualizá-lo sobre nossos planos. Embora proibamos o compartilhamento de links ou códigos de referência para todos os sites que incluem caça-níqueis, roleta ou jogos de dados, vimos algumas pessoas burlando essas regras e expondo nossa comunidade a possíveis danos", comunicou a plataforma.

"Portanto, faremos uma atualização de política em 18 de outubro para proibir o streaming de sites de jogos de azar que incluam caça-níqueis, roleta ou jogos de dados que não sejam licenciados apenas nos EUA ou em outras jurisdições que ofereçam proteção suficiente ao consumidor. Esses sites incluirão Stake.com, Rollbit.com, Duelbits.com e Roobet.com. No entanto, podemos identificar outros à medida que avançamos."

No CS:GO, há o sistema de caixas e chaves, que é bastante conhecido e popular. Os jogadores ganham ou compram caixas, para abri-las é preciso comprar uma chave. As caixas contém diversos itens, de diversas raridades, mas os usuários não recebem nenhuma garantia de que irão ganhar uma skin específica. Ou seja, os jogadores tentam a sorte para ganharem alguma recompensa à altura do que gastaram para investir na caixa.

A nova política afeta diretamente os streamers que são patrocinados por sites de abertura de caixas. Muitos influenciadores passam horas na frente do computador comprando caixas e até trocando itens, na esperança de ganhar facas raras. Alguns ganham cupom de desconto para os espectadores usarem ao investirem no site.

Contratos com benefícios iguais

Continua depois do anúncio

"Para assinaturas, usamos uma divisão de receita básica de 50/50 sobre a receita líquida desses ganhos. A grande maioria dos streamers do Twitch tem esses termos em seu acordo. No entanto, por algum tempo, oferecemos acordos padrão com termos de assinatura premium para selecionar streamers à medida que cresciam. Há mais de um ano, tomamos a decisão de começar a parar de oferecer esses contratos premium para novos streamers que ainda não estão nesses termos", comunicou.

Os contratos premium tinha uma divisão de 70% param o streamer e apenas 30% para a plataforma, contudo, essa divisão irá acabar em junho de 2023, quando os últimos contratos com esses termos chegarão ao fim, ou quando o streamer atingir o lucro de $100 mil (R$ 515 mil). O plano da Twitch é manter todos, com pequenas exceções, com o mesmo contrato de 50/50.

Em casos especiais, a plataforma irá negociar o contrato com os influenciadores. A partir de junho de 2023, os contratos serão renovados com a mudança nos lucros, para manter os benefícios iguais.