DRAFT5

Três motivos para assistir a Gamers Club Masters Feminina V

Competição reúne seis das melhores equipes do cenário nacional em disputa presencial

por Lucas Benvegnú / 05 de Ago de 2022 - 12:40 / Capa: Arte/DRAFT5

A quinta edição da Gamers Club Masters Feminina terá início na tarde desta sexta-feira (5) com a promessa de agitar o cenário nacional de Counter-Strike.

Reunindo seis das melhores equipes do país presencialmente, em Sorocaba, na luta por uma fatia dos R$60 mil em premiação, o campeonato perdurará até o próximo domingo (7), quando as grandes campeãs serão coroadas.

Elencamos três motivos para você não ficar de fora da ação.

UM SOPRO DE VIDA

Em meio à monótona parada na temporada competitiva da mais alta prateleira do Counter-Strike, competições notáveis são inquestionavelmente escassas. Toda e qualquer oportunidade de matar a saudade dos torneios deve ser aproveitada.

Dos jovens talentos às veteranas, Gamers Club Masters Feminina V promete agitar o cenário | Divulgação/WESGDos jovens talentos às veteranas, Gamers Club Masters Feminina V promete agitar o cenário | Divulgação/WESG

Com tantos nomes de calibre na disputa, tais como Karina "kaah" Takahashi, Lara "goddess" Baceiredo, Mariana "LyttleZ" Sabia e Gabriela "bokor" Bokor, diversão e entretenimento certamente não faltarão para animar esse período difícil para os mais assidúos fãs da modalidade.

RIVALIDADE E GRITARIA

Depois de quase dois anos de disputas remotas que nem de perto evidenciam a essência do Counter-Strike, o cenário vai voltando a vivenciar as emoções que só os torneios presenciais proporcionam. A quinta edição da Gamers Club Masters Feminina, aliás, será a primeira a ser disputada em LAN.

Rivalidade entre as equipes deve aflorar ainda mais na LAN | Foto: Stephanie Lindgren/ESLRivalidade entre as equipes deve aflorar ainda mais na LAN | Foto: Stephanie Lindgren/ESL
Continua depois do anúncio

Não por acaso, a promessa é de jogos pegados e claro, toda aquela gritaria que só as LANs proporcionam. O cenário feminino, inclusive, é famoso pelas rivalidades aguçadas, tais como a que MIBR e FURIA têm protagonizado nas últimas temporadas.

SE É MAJOR, TEM DROP

Se é Major, tem que ter drop. Assim como já é tradição nas mais recentes edições do Major brasileiro, a Neshastore será a responsável por fazer a alegria dos brasileiros com medalhas, skins e cofres, estes últimos disponíveis em diversas versões que servem como caixas.

A regra é clara: se é Major, tem que ter drop | Foto: HLTV.orgA regra é clara: se é Major, tem que ter drop | Foto: HLTV.org

Para estar apto a receber os drops, aliás, basta vincular seu canal na Twitch com a Gamers Club, posteriormente entrando na transmissão oficial do certame e digitando "!drops" no chat. A própria plataforma, inclusive, lhe enviará uma notificação caso você seja contemplado.