DRAFT5

stanislaw elogia Ancient, mas pede mudanças no visual: "É até que bom de jogar, mas por que tudo é verde?"

Canadense ainda falou sobre a pressão por resultados que se instaurou sobre a Evil Geniuses

por Lucas Benvegnú / 15 de jun de 2021 - 19:23 / Capa: Divulgação/EPICENTER

É bem verdade que Peter "stanislaw" Jarguz já vivenciou dias melhores sob o banner da Evil Geniuses. Aliás, o canadense de 27 anos já conseguiu até consolidar a equipe como #1 no ranking mundial em duas ocasiões distintas, mostrando todo o potencial de um time que historicamente foi crescendo degrau a degrau no cenário.

Tendo recentemente passado por sua pior fase junto da organização, o In-Game Leader e suas tropas chegaram à IEM Summer 2021 como #38 do planeta, muito questionados por seus resultados recentes, bem como pela saída do brasileiro Wilton "zews" Prado do comando técnico do elenco.

Apesar disso, a equipe surpreendeu por lá, derrotando a russa Spirit e a dinamarquesa Heroic para carimbar uma inesperada vaga nos playoffs da competição de $250 mil, posteriormente caindo para OG e Gambit, as duas finalistas do certame.

Em entrevista ao site especializado HLTV.org, stanislaw falou sobre as turbulências pelas quais a equipe passou, incluindo as recentes mudanças dentro da line-up, a pressão por resultados e outros tópicos em geral.

Abrindo o bate-papo, o canadense justificou a saída de zews: "A motivação para a mudança foi querermos melhorar. Estávamos passando por um período difícil há bastante tempo, e sentíamos que não era necessária uma mudança entre os jogadores", afirmou. "Decidimos por essa alteração e até agora tem valido a pena", ponderou.

Os 14 meses de zews junto da EG foram marcados por altos e baixos | Foto: HLTV.orgOs 14 meses de zews junto da EG foram marcados por altos e baixos | Foto: HLTV.org

stanislaw ainda disse que a equipe buscará alguém para suprir a lacuna deixada pela dispensa do brasileiro: "Estamos trabalhando para fecharmos com um novo coach, mas obviamente não podemos falar muito por enquanto", assinalou.

Apesar da fala, a instabilidade que paira sobre a cabeça do esquadrão majoritariamente norte-americano também é fruto de um período de drásticas mudanças: desde o começo do ano Ethan "Ethan" Arnold e Tarik "tarik" Celik foram substituídos por Owen "oBo" Schlatter e Michał "MICHU" Müller, respectivamente.

"Foi um período de transição difícil. O tarik era um jogador muito humilde, que jogava pelo time e criava espaço, assim como o Ethan, então perder dois destes jogadores prejudicaria qualquer time", explicou. "Tivemos que retrabalhar nosso posicionamento e nossas táticas para encaixarmos o oBo e o MICHU", contou.

"Ainda estamos tentando arrumar a casa", admitiu stanislaw, que posteriormente rasgou elogios ao polonês MICHU: "Ele é um ótimo companheiro de time. Trabalha muito, tem uma boa mira, é muito calmo e traz muitas ideias para o time. Não tenho nada de mal a falar dele", assegurou.

Continua depois do anúncio
Evil Geniuses vivenciou drásticas mudanças nos primeiros meses do ano | Foto: Divulgação/Evil GeniusesEvil Geniuses vivenciou drásticas mudanças nos primeiros meses do ano | Foto: Divulgação/Evil Geniuses

Relembrando os altaneiros tempos em que ele e seus colegas de Evil Geniuses solidificaram-se como um dos melhores elencos do mundo, conquistando diversos títulos de alto calibre como a ESL One New York 2019 e a StarSeries S8, stanislaw mostrou plena confiança de que é possível repetir tais feitos:

"Eu creio que o potencial é o mesmo, não estaríamos no time se não acreditássemos nisso. Todos acreditamos que podemos vencer qualquer equipe do mundo. Já mostramos isso. É apenas uma questão de encontrarmos a consistência outra vez", acredita.

Segundo o canadense, a pressão estabelecida sobre o time pesou muito para os maus resultados na primeira parte do ano: "Não creio que alguém além de nós saiba o que sentimos", disse. "Não apenas a pressão da comunidade, mas também da organização que representamos, a pressão que colocamos sobre nós mesmos por sabermos que somos capazes", analisou.

Falando sobre o grande desempenho exibido durante a IEM Summer 2021, o canadense credita tal façanha à ausências das expectativas entorno de seu elenco: "Não tínhamos qualquer expectativa. Viemos sem um treinador, então foi legal chegar sem pressão por ninguém esperar nada de nós", exclama.

Jogar sem pressão ajudou a Evil Geniuses na busca pelos resultados, afirma stanislaw | Foto: Igor Bezborodov/StarLadderJogar sem pressão ajudou a Evil Geniuses na busca pelos resultados, afirma stanislaw | Foto: Igor Bezborodov/StarLadder

E por falar em IEM Summer 2021, o torneio foi o primeiro de alto nível a contar com a Ancient em sua rotação competitiva. stanislaw, no entanto, mostrou-se incomodado com o aspecto visual do mapa: "Já incorporamos ela ao nosso map pool, mas para mim é um mapa idiota, com cores idiotas", resmunga.

"É até que bom de jogar, mas por que tudo é verde? Não entendo", complementa. Apesar disso, o canadense acredita que tal mudança era necessária para dar novos ares ao competitivo: "Tivemos os mesmos mapas por muito tempo. Será divertido de aprender um novo mapa. Veremos coisas muito criativas", finaliza.