Soberano voltará pós-recesso do CLUTCH sem BALEROSTYLE

Jogador foi contratado no final de janeiro junto com equipe que possibilitou organização disputar o Brasileirão

por Gabriel Melo / 03 de Mar de 2020 - 15:32 / Capa: Rafael Veiga / Draft5
Um dos principais nomes contratado pela Soberano para a disputa da segunda temporada do CLUTCH, Kevyn "BALEROSTYLE" Guedes não deve retornar à liga após a pausa por conta das disputas das seletivas para FLASHPOINT ESL One Rio Major 2020. A DRAFT5 apurou que o jogador está deixando a equipe, informação confirmada tanto pelo clube quanto pelo atleta. O período sem competição entre a segunda e terceira rodadas foi essencial para a organização realizar a mudança no elenco, medida tomada com o objetivo de melhorar o pesado astral dentro do time após o mesmo começar a liga com duas derrotas e, consequentemente, na lanterna. BALEROSTYLE é um dos principais streamers de Counter-Strike no País e teve, junto a Soberano, a primeira oportunidade de competir na modalidade de forma profissional. A curta história do jogador na organização começou no final de janeiro quando o clube contratou a formação que tinha como base o trio ex-Santos formado por Vinicius "vhz" Santana, Abraão ''abr'' Campagnac e Felipe "fells" Pereira. E foi por contratar esses três jogadores que a Soberano conseguiu a tão sonhada oportunidade de disputar o CLUTCH. Eles eram os "herdeiros" da vaga que pertenciam a paiN Gaming, que iniciou a temporada optando por ficar fora do Brasileirão. Lembrando que isso tudo aconteceu porque o Santos terminou a seletiva para a liga em quarto lugar e a Furia Inagame recusou o convite recebido em prol de jogar o CBCS. Em contato com a DRAFT5, por telefone e sem dar maiores detalhes sobre a mudança, a organização informou que se pronunciará ainda nesta terça-feira (3). Já BALEROSTYLE afirmou, no Twitter, que "não saí por pinagem ou outra coisa do tipo. Eu realmente não estava me sentindo a vontade dentro do time com os jogadores. Não estava curtindo o estilo de jogo deles e eles não queriam mudar esse estilo de jogo e isso causou muita intriga dentro do time. Eu preferi me afastar". Vinícius "vhz" Santana Abraão "abr" Campagnac Felipe "fells" Pereira Gustavo "tge" Motta O regulamento do CLUTCH permite mudanças nas escalações durante a temporada vigente, contanto que o reforço seja free agent, isto é, um jogador que não tenha sido inscrito por nenhum outro participante do Brasileirão. Contudo, alterações fora da Janela de Transferências resultam em multa para os clubes: R$ 5 mil no caso de um jogador adicionado, R$ 10 mil para dois e R$ 15 mil para três. A segunda temporada do CLUTCH vem sendo disputada desde 12 de fevereiro e retornará em 9 de março com os confrontos válidos pela terceira rodada. Invicta, W7M Gaming vem liderando a competição. Fique por dentro de tudo o que acontece no Brasileirão na cobertura do DRAFT5.
Continua depois do anúncio