DRAFT5

Rumo à Masters: Isurus tenta superar fase de reestruturação com anseio de surpreender

Primeiro texto da nossa série pré GC Masters IV destaca os argentinos

Rumo à Masters: Isurus tenta superar fase de reestruturação com anseio de surpreenderFoto por: DRAFT5
O 2019 da Isurus Gaming pode ser definido como instável. Até maio deste ano os argentinos era facilmente colocados entre as melhores equipes da América do Sul e indiscutivelmente faziam frente em um cenário que ainda carecia de um conjunto que dominasse por completo as partidas. Porém, algo mudou durante os meses, fazendo a equipe cair de produção, a saída de um grande astro, piorou ainda mais os resultados e tudo isso num momento em que o cenário decolava com a criação do CLUTCH Circuit.

Um de nossos textos pré Gamers Club Masters é sobre a Isurus Gaming, uma das equipes que corre por fora na disputa e, para completar o pacote, chegam com uma mudança recente na formação.

A CONSAGRAÇÃO

Durante o primeiro semestre de 2019 a Isurus era dominante num cenário carente de equipes bem formadas. É bem verdade que o core da equipe da paiN já existia, mas só estouraria novamente durante a Gamers Club Masters III, já em junho. Até lá, muita água correu por debaixo da ponte do cenário e um dos grandes torneios da primeira parte do ano, a LA League Season 3, foi conquistada pelos hermanos, contra a Full Send, que causou surpresa para a W7M na semifinal em São Paulo.

alt Isurus com o troféu da LA League S3 Finals | Foto: Lucas Spricigo/Draft5


O título da LA League não foi o único trunfo em março, com a vaga inédita na DreamHack Dallas no final daquele mês. A conquista fez com que os hermanos ainda mudassem a agenda, jogariam a ESL Pro League das Américas, cerca de 15 dias antes da DreamHack e, não contentes, ainda resolveram trazer um bootcamp antes dos torneios. Tudo isso ausentou a Isurus do cenário local brasileiro entre abril e início de junho, não estando por exemplo na disputa por uma das vagas da GC Masters.

De fato, a experiência adquirida em pouco mais de 30 dias em território norte-americano auxiliou na estruturação ainda melhor, mas não contavam que bateriam na trave no classificatório para o Minor do StarLadder Berlin Major e posteriormente não conseguiriam chegar na grande final da Brasil Game Cup. A baixa da equipe se acenturia logo depois com a despedida de seu principal astro.

O ADEUS

Ignacio "meyern" Meyer é a principal promessa do cenário sul-americano, o que atraiu até mesmo a MIBR que parece estar em busca do jogador. Porém, isso tudo começou justamente pelos dias da Isurus no exterior, o desempenho tanto na ESL Pro League quanto na DreamHack, trouxeram olhares da Sharks, que em agosto fecharia a contratação do jogador.

Não é difícil de se imaginar que na Argentina é complicado de se encontrar grandes talentos, devido ao público menor e mais restrito do que o do Brasil, por exemplo. A Isurus teria de tomar uma decisão rápida, com poucos dias para começar o Brasileirão do CLUTCH e talvez cometeu o grande erro do ano: trazer Nabil "nbl" Aleua de volta.

Nbl havia saído em dezembro de 2018, devido ao desempenho abaixo do esperado. O jogador passou a jogar pela 9z onde até disputou outra edição da LA League, mas sem sucesso coletivo e muito menos individual, somando números que não atraia bons olhares de nenhuma outra equipe, porém, por algum motivo a melhor equipe do país resolveu apostar no jogador, talvez por saber como o coletivo funcionava e como a Isurus trabalhava, mas é fato que não deu certo.

A APOSTA

No dia 28 de novembro, após o fim da fase regular do Brasileirão, a Isurus resolveu mudar. Marcos "decov9jse" Amato ex-Malvinas chegou para o lugar de nbl, no que é tido como uma troca de reestruturação de uma equipe que pensa já no 2020. Deco levou a Malvinas, como capitão, até a inédita participação da LA League S5 Finals, além de colecionar bons números no segundo nível sul-americano.

Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5 Deco é aposta da Isurus para um início de retomada | Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5


Mesmo em fase de testes na equipe, estando inscrito apenas para a GC Masters e a WESG que acontece em janeiro, deco reanima os ânimos de uma equipe que se perdeu durante o 2019 e muito disso passa por outro jogador, Gabriel "1962" Sinopoli.

Eleito o oitavo melhor jogador atuando no Brasil em 2018, todos apostavam num ano mágico para Gabi, mas não foi o caso, perdendo o status de grande estrela para meyern durante o início do ano. Quando o jovem deixou os tiburones, novamente os olhos miravam 1962, mas o jogador acabou ficando bem abaixo de seus números tradicionais, praticamente durante todo o ano, fechando o Brasileirão, por exemplo, com 0.99 de rating 2.0.

alt Noktse em atuação no Brasileirão 2019 | Foto: Rafael Veiga/DRAFT5


Se por um lado 1962 ficou abaixo da sua média, Nicolás "noktse" Dávila chega em Maresias para a GC Masters em, talvez, sua grande forma da carreira. O capitão da Isurus foi o principal destaque durante a campanha no torneio do CLUTCH, além da Pro League das Américas. Sendo, muito mais que um jogador, um ponto forte de confiação dos parceiros de time e da diretoria argentina.

É desta forma que a Isurus Gaming chega para a disputa da GC Masters IV em Maresias entre os dias 12 e 15 de dezembro. Não se esqueça de acessar a página de "próximas partidas" para ficar ligado em tudo que a DRAFT5 trouxer diretamente do litoral paulista.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Saiba Mais Sobre

Notícias Relacionadas