Notícias, horários e resultados do IEM Rio Major 2022 em nosso hub exclusivo
Clique aqui

Ranking Brasileiro de CS:GO - Setembro

Times de fora do CLUTCH abrem espaço entre os melhores do país

por Guilherme 'Guiki' Cerdera / 03 de Set de 2020 - 16:57 / Capa: Arte: DRAFT5
Com o retorno do CLUTCH e alguns torneios que movimentaram o mês, agosto colocou em cheque a regularidade de grandes equipes do cenário brasileiro. Times como Isurus W7M perderam espaço no ranking para equipes que pavimentam seu sucesso em outras competições, caso de Havan Liberty e Imperial e-sports. O equilíbrio da competição na qual jogam seis dos dez times da seleção mensal da DRAFT5 gerou movimentações que saltam aos olhos de quem acompanha, casos de Bravos Gaming e sua escalada, assim como o e-Galo em sua queda na tabela. Também tivemos alteração com a saída de uma equipe da região, dado que a paiN Gaming rumou para fora do Brasil e terá seus pontos e colocação retirados do ranking até seu retorno. Aqui estão os mais bem rankeados do mês de setembro. #1   BOOM Esports - 445 pontos
BOOM segue na liderança da região | Foto: Divulgação/BOOM
 Marcelo "chelo" Cespedes  Gustavo "yel" Knittel  Bruno "shz" Martinelli  Ricardo "boltz" Prass  João "felps" Vasconcellos  Alessandro "Apoka" Marcucci (Coach) Pouco mudou na rotina da absoluta BOOM Esports na corrida pelo topo de nosso ranking. O time já tinha vencido a GC Masters V, torneio que foi considerado na edição de agosto do ranking, e finalizou sua participação com um atropelo na Esportsmaker Invitational. A vitória por 3 a 0 na grande final contra a Prodigy demonstrou o poder da equipe, mas também tivemos partidas disputadas durante o torneio, como a derrota por 16 a 14 para a Paquetá, e a vitória por 2 a 1 contra a Havan Liberty. João "felps" Vasconcellos foi, mais uma vez, eleito MVP de um campeonato. Com a conquista, o ex-MIBR chega a quatro MVPs desde seu retorno ao Brasil. A equipe segue tranquila na liderança, e mesmo que não disputa as ligas do CBCS ou CLUTCH é a principal força da região. #2   Havan Liberty - 214 pontos
Foto: DRAFT5
 Michael "dok" Marques  Alexandre "ALLE" Santos William "w1" Almasan  Victor "remix" Monteiro  Rodrigo "drg" Ausenka Sid "sidde" Macedo (Coach) A recém contratada Havan Liberty chega ao segunda lugar de nosso ranking após conquistar torneios no mês, e chegar longe em ocasiões importantes. A regularidade da equipe nos últimos meses também é destaque, com consistentes participações e títulos. O time soma pontos pelas vitórias na Aorus League Season 3, assim como pela boa campanha que os levaram ao terceiro lugar do CBCS: The Conquest. A equipe se aventura agora na Liga DELL, já que no mês também conquistou com facilidade a Liga Desafiante. Muitos vão se perguntar sobre a força do time em relação a outros participantes do ranking, mas a Havan Liberty já provou, desde a época em que ainda era Redemption, que bate de frente com os melhores do país. Como quando derrotaram a YNG Sharks na edição passada do CBCS, ou quando fizeram uma semifinal digna de final contra a Imperial e-Sports na temporada atual. #3   RED Kalunga - 196 pontos
Foto: Rafael Veiga/DRAFT5 Foto: Rafael Veiga/DRAFT5
 Gabriel "nython" Lino  Bruno "latto" Rebelatto  Lucas "DeStiNy" Bullo  Denner "KHTEX" Barchfield Olavo "heat" Marcelo Arthur "prd" Resende (Coach) Tendo caído uma posição em relação a avaliação passada do ranking, a RED Canids segue com boa regularidade na temporada. A equipe venceu a WESG contra o forte time da paiN Gaming, mostrando autoridade no jogo que terminou 2 a 1. O time fez alteração no banco do treinador com a saída de Ricardo "vaz" Vaz e a entrada de Arthur "prd" Resende. Prd vinha fazendo um bom trabalho na Redemption Neverest e agora tentará estabilizar uma equipe que conta com jovens talentos, levando-os a conquistar títulos que ainda estão carentes. #4  Imperial e-Sports - 180 pontos
Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5 Foto: Lucas Spricigo/DRAFT5
Lucas "LUCAS1" Teles Gustavo ''SHOOWTiME'' Gonçalves Caio "zqk'' Fonseca Felipe "delboNi" Delboni Lincoln "fnx" Lau Alan "adr" Riveros (Coach) A quarta colocação é tomada pela Imperial e-Sports, time que passou por sensações mistas no último mês. A equipe já havia adicionado Lincoln "fnx" Lau à sua composição, e foi atrás de outro jogador de peso no cenário, Lucas "LUCAS1" Teles. O time passou por um período de turbulência, como a derrota na Aorus League Season 3 para a Havan Liberty, mas terminou o mês com título garantido. O bicampeonato do CBCS veio após vitória tranquila sobre a Redemption Neverest, rendendo 120 pontos para a equipe. O ponto baixo para a equipe veio após a vitória. Os planos de fortalecimento por meio de bootcamp na Europa foram frustrados após fnx e LUCAS1 terem testado positiva para covid-19. Agora, o time deverá reorganizar seu planejamento e redefinir prioridades. #5  Isurus - 173 pontos
Foto: Reprodução/ESL_CSGO
Roberto "reversive" Themtham Nicolás "Noktse" Dávila Gabriel "1962" Sinopoli  Marcos "decov9jse" Amato  Caike "caike" Costa Rodrigo "pino" Manarino (Coach) Na quinta posição os tiburones da Isurus se seguram. O motivo é simples, o mês da equipe argentina foi longe da posição que se acostumaram a ocupar. Disputando a GC Masters V a equipe já havia caído cedo, ficando com apenas a quinta colocação, mas é o desempenho no CLUTCH Season 3 que preocupa. O time teve um início desastroso na competição, perdendo partidas para e-Galo e W7M Gaming, além de ter conquistado vitória na prorrogação contra a Bravos, rendendo 2 ao invés de 3 pontos na tabela. Os últimos três jogos, entretanto, foram vitórias para a equipe, o que elevou o time à sexta colocação com 11 pontos. #6  W7M Gaming - 146 pontos  Felipe "skullz" Medeiros Antonio "realzin" Oliveira Rafael "raafa" Lima Fillipe "pancc" Martins  Matheus "Tuurtle" Anhaia  Pedro "peu" Lopes (Coach) Tendo estado no topo do Brasil em maio deste ano, a W7M Gaming ocupa hoje a sexta colocação em nosso ranking. Tendo marcado poucos pontos na primeira quinzena do CLUTCH, quando chegou a estar em sétimo na tabela, o time se recuperou e hoje é segundo colocado no torneio. Embora a diferença de pontos para RED CanidsSharks e DETONA seja inexistente, a W7M assegurou 45 pontos com a boa recuperação. No quesito confronto direto o time também é uma das poucas equipes positivas em nosso top 10. Então o quê fez a W7M perder posições desde maio? Basicamente o time passou a conquistar pontos em velocidade inferior ao decaimento de seus pontos antigos. Por ter participado de poucos torneios nos últimos meses, apenas CLUTCH, REDRAGON Challenge e GC Masters, o time precisaria conquistar posições melhores para que sua pontuação se mantivesse na mesma crescente de maio, quando foram campeões do CLUTCH Season 2. 7#  Bravos Gaming - 132 pontos  Adriano “WOOD7” Cerato  Daniel "danoco" Morgado  Matheus "kurgan" Dantas  Kaique “kaiG” Guidotti  Lucas "lealzinho" Leal  Willian “Xamp” Caldas (Coach) A grande vencedora dessa atualização quinzenal foi a Bravos Gaming. O time saltou da décima segunda colocação para a sétima, e tudo isso graças a sua incrível campanha até aqui no CLUTCH. O momento é muito bom, com a equipe vencendo, e vencendo com folga, equipes como YNG Sharks Vivo Keyd. As duas derrotas na competição foram por placares apertados, 16 a 13 a favor da DETONA Gaming, e 19 a 17 favorável à Isurus. O time soma 13 pontos no campeonato e é líder absoluto do torneio. A onda pode mudar nas últimas partidas, quando a equipe terá de enfrentar  W7M RED Kalunga, duas favoritas ao título, além da forte argentina 9z Team. A equipe recentemente adicionou Daniel "danoco" Morgado, mas tem visto nomes antigos como o capitão Adriano “WOOD7” Cerato e Kaique “kaiG” Guidotti dominando o topo em todas as estatísticas do CLUTCH. Tendo sucesso nas MD1, a grande questão é se o time terá o mesmo desempenho caso passe aos playoffs do torneio, quando os jogos passarão a ser MD3. #8  9z Team - 109 pontos  Bruno ''bit'' Lima  Maximiliano ''max'' Gonzalez  Franco ''dgt'' Garcia  Santino ''try'' Rigal  Ignacio "meyern" Meyer  Rafael ''zakk'' Fernandes (Coach) A fortalecida 9z Team perdeu uma posição após uma quinzena não tão produtiva no CLUTCH. O time bateu na trave na Aorus League Season 3, ficando com a segunda colocação no torneio, e optou pela participação no CLUTCH para competir contra os melhores do país. Fora da zona de classificação, o time liderado pelo brasileiro Bruno ''bit'' Lima ainda tem chances de subir em nosso ranking e garantir vaga na próxima fase do CLUTCH, já que possui 9 pontos e está a 2 da Isurus. Maximiliano ''max'' Gonzalez tem feito grande campeonato e conduzido seu time a vitórias importantes. 9# YNG Sharks Esports - 98 Jhonatan "jnt" Silva Leonardo "leo_druNky" Oliveira Raphael "exit" Lacerda  Luca "Luken" Nadotti Mateus "supLex" Miranda Hélder 'coachi' Sancho (Coach) Uma das equipes mais promissoras do campeonato ainda não engrenou. A equipe que estava acostumada a vir ao Brasil e voltar para Portugal com títulos, hoje convive com um nivelamento parecido com o das melhores equipes brasileiras. O time faz boas campanhas, estando sempre entre os três ou quatro melhores, mas disputa poucos torneios e conquista poucos títulos. A quarta colocação no CLUTCH poderia ser uma liderança isolada caso o time tivesse vencido a Bravos na última partida da competição. Sem se firmar ainda como grande favorita ao título, a equipe vê seus jogadores alternando protagonismos, com ora Leonardo "leo_druNky" Oliveira, ora Raphael "exit" Lacerda decidindo partidas. 10#  Prodigy Esports - 93 Lucas "YJ" Yuji Leon "ryotzz" Felipe  Lucas "lukzera" Soares  Caique "faintz" Melia  Gabriel "ponterzin" Amaral  Pablo "disturbed" Fernandes (Coach) Fechando a classificação temos a sempre perigosa Prodigy Esports. O time tem rondado o top 4 dos torneios que disputa, caso da última edição do CBCS e também da Esportsmaker Invitational, mas não leva perigo aos grandes adversários nos momentos decisivos. Foi assim na derrota por 3 a 0 para a BOOM, resultado até certo ponto esperado dado a qualidade do adversário, mas na também decepcionante derrota para a Redemption Neverest, time que a equipe já havia derrotado na fase de grupos do CBCS. O time precisa assumir o papel de protagonismo nas competições para não se tornar apenas uma equipe que ronda o top 15 no Brasil. Times como DETONA GamingPaquetá GamingE-Galo, Vivo Keyd e Redemption Neverest são concorrentes diretos para entrar no top 10 na próxima quinzena. Clique aqui para o ranking completo com 20 equipes.
Continua depois do anúncio

Saiba Mais Sobre

Notícias Mais Populares

Nenhuma notícia encontrada