DRAFT5

Prodigy dispensa equipe, mas CEO diz que "não significa que estamos deixando o CS"

À DRAFT5, executiva esclareceu o porque da saída da equipe e os planos para 2021

por Pedro Umberto  / 25 de nov de 2020 - 15:04 / Capa: Divulgação/CBCS
A equipe liderada por Lucas "YJ" Yuji não continuará vestindo a camisa da Prodigy. A organização anunciou nesta quarta-feira (25) que está dispensado o elenco. À DRAFT5, a sócia e diretora do clube, Marina Leite, garante que essa movimentação "não significa que estamos deixando o Counter-Strike".


Segundo a executiva, a organização continuará presente no Campeonato Brasileiro de Counter-Strike (CBCS), mas agora como Vorax, clube criado a partir da fusão da Prodigy com a Falkol para a aquisição da franquia no League of Legends.

"A Vorax é uma equipe recém-lançada e estamos organizando nossas estratégias de atuação para 2021. Há alguns campinhos que podemos seguir e, como ainda não foi definida a estratégia que vamos utilizar na modalidade em 2021, achei justo liberar os atletas pois nesse momento há diversas oportunidades para eles. A PRG estava no campeonato do CBCS e seguimos parceiros da liga com a Vorax", explicou.

Essa é a primeira vez desde que retornou forte ao Counter-Strike que a Prodigy, oriunda dos tempos de ProGaming, realiza um hiato no CS, modalidade a qual ajudou a construir dando suporte a times na era do 1.6, no CS:Source e na atual versão do jogo.

"O Vitor (outro sócio da Prodigy) fez muito pelo cenário de CS no Brasil. Com a estruturação da ProGaming conseguiu concretizar mais planos ainda. Revelou diversos talentos internacionais, além de ter tido muito feeling para contratar lines ou atletas específicos que se tornaram referência internacional após passar pela ProGaming. Me orgulho pessoalmente da trajetória dele. Ele trouxe essa paixão pela modalidade para a organização, que passou a ser gerida por mim e eu sempre tive esse carinho especial com o CS. O CS sempre vai ocupar um lugar de destaque no meu coração e estará sempre nos meus planos", apontou.

A Prodigy disputa o CBCS desde o segundo semestre de 2017, quando ainda ainda se chamava Skullz. A mudança de nome ocorreu este ano, quando realizou uma drástica reformulação no elenco. Em cinco edições, o clube fez três aparições no mata-mata, todas nesse ano. O CBCS The Conquest foi o qual chegou mais longe já que disputou a semifinal. Fora isso, também figuraram a grande final da ESEA S35 BR, perdendo para a divisão dos esportes eletrônicos do Sport Recife na decisão.

Ademais, não conseguiram ir muito longe classificatório para o Tribo to Major perdendo para a Sharks Esports e também sendo derrotada pela Vivo Keyd Academy na disputa pela vaga na Gamers Club Masters VI.

Recentemente, tentando renovar as esperanças do clube, a Prodigy havia oficializado a chegada de Icaro ''ninjaz4n'' Cavalari para o lugar de Lucas ''luk'' Soares, este que anunciou transição para o VALORANT. Os outros dois jogadores também foram apostas da organização, sendo eles Gabriel ''ponter'' Amaral e Caique ''faintz'' Melia.

 Lucas ''YJ'' Yuji
 Leon ''ryotzz'' Felipe
 Caique ''faintz'' Melia
 Gabriel ''ponter'' Amaral
 Icaro ''ninjaz4n'' Cavalari

* Com a colaboração de Gabriel Melo
Continua depois do anúncio