Notícias, horários e resultados do IEM Rio Major 2022 em nosso hub exclusivo
Clique aqui

Piria e short valorizam conquista do CBCS e exaltam torcida: "Não sabia que seria tão grande"

Os jogadores falaram sobre a final, mapas, preparação e até um bootcamp na Europa

por Pietro Santiago / 10 de Jul de 2022 - 14:12 / Capa: Divulgação/CBCS

A Arctic conquistou o título do CBCS Elite League Series 1 na noite do último sábado (9) de maneira invicta, sem perder nenhum mapa. A DRAFT5 conversou com Guilherme "piria" Barbosa e Paulo "short" Ballardini, que valorizaram o bom preparo do time para o campeonato e a grande torcida presente no evento.

"Com certeza reflete (o apoio da torcida no servidor). Tinha hora que estava jogando lá, ganhava o round e a galera vibrando. Sabia que teria uma galera torcendo para gente, mas não sabia que seria tão grande", destacou piria.

Piria também terminou o campeonato com a medalha DRAFT5 de MVP. O jogador celebrou a conquista individual, principalmente por voltar a apresentar a performance do começo de carreira, embora ainda seja muito novo.

"Estou contente, trabalhando bastante, tanto individualmente quanto coletivamente. Acho que agora [!e!/]

PREPARAÇÃO E SURPRESA NO PICK

Uma surpresa na grande final foi nos picks e bans da decisão, onde a Arctic mudou o veto na comparação com a última série que se enfrentaram, banindo a Nuke e deixando a Mirage aberta para a ODDIK escolher. Short explicou essa decisão da Arctic.

"Estamos colocando muito trabalho desde que o history entrou. É um mapa que a gente já tinha vontade de jogar antes, mas por pouco tempo de treino, enfim, queríamos deixar nosso map pool em seis mapas fechados e Mirage era nosso veto. Agora estamos jogando os sete mapas, treinando bastante Mirage, sabia que iriam pickar e não estamos muito confortáveis na Nuke, um mapa muito bom deles também."

O short elogiou as performances individuais do time devido ao "coletivo afiado" e principalmente a boa preparação do time para chegar na conquista do CBCS, não só na parte tática, mas também de priorizar treinos no calendário.

"Fiquei muito feliz de jogar essa final do CBCS contra a ODDIK, que eu respeito muito os caras. Demos muita atenção para o CBCS, givamos a Série A para focar nos treinos, conseguimos o tempo de treino que precisava. Depois da fase de grupos, viemos muito confiantes, passou 3/0 e daí ir bem nos playoffs. Ficamos muito feliz de ter conquistado o CBCS, mas foi tudo muito bem planejado, muito treino. Isso foi o principal."

Continua depois do anúncio

BOOTCAMP NA EUROPA

Com uma torcida apaixonada e carregando o posto de melhor time do país, a Arctic quer alçar voos maiores e obviamente com o sonho de disputar o IEM Major Rio 2022, em novembro. Por conta disso, short revelou que a equipe realizará um bootcamp na Europa.

"Estamos com planejamento de fazer um bootcamp na Europa para esse segundo semestre para justamente vir muito bem preparado para o RMR e conseguir essa vaguinha no Major. Agora a gente é o Top 1 BR, temos que manter o nosso nível e continuar evoluindo porque tem bastante coisa para arrumar também."

Saiba Mais Sobre

Notícias Mais Populares

Nenhuma notícia encontrada