"Os brasileiros são extraordinários": Jame agradece carinho do público e afirma: "Eles me amam lá no Brasil"

Russo ainda explicou as razões para ser tão calmo e contido durante as partidas

por Lucas Benvegnú / 23 de Nov de 2022 - 11:30 / Capa: Stephanie Lindgren/ESL via ESPAT

Em recente entrevista concedida ao portal Cybersport.ru e traduzida à língua inglesa pelo portal escorenews.com, Dzhami "Jame" Ali falou acerca do carinho que recebeu da torcida brasileira no IEM Rio Major 2022:

"Os brasileiros são extraordinários, abertos, positivos, emocionais, amam muito o jogo. Não é que eles cantem alto, mas eles brilham ao ver você. Querem autógrafos, independente da idade ou do gênero", contou o russo.

"Pessoas com mais de 50 anos chegavam em mim para tirarem fotos, não uma, mas várias. Crianças e mulheres das mais diversas idades também. Eles me amam lá no Brasil, eu acho", brincou o capitão da Outsiders.

Jame agradeceu o carinho recebido do público brasileiro | Foto: Stephanie Lindgren/ESL via ESPATJame agradeceu o carinho recebido do público brasileiro | Foto: Stephanie Lindgren/ESL via ESPAT

Questionado acerca do estilo mais calmo e contido durante as partidas, o qual contrasta com o de outros capitães como Finn "karrigan" Andersen, da FaZe Clan, e Dan "apEX" Madesclaire, da Vitality, Jame foi explicou as razões para ser assim:

"Eu posso ficar nervoso nos treinos, mas em uma partida oficial, quando você percebe que fez tudo o que podia para vencer, só precisa apertar as teclas e fazer seu trabalho", ponderou o sniper.

Continua depois do anúncio

"Não posso gastar alguns segundos levantando, gritando, tirando o headphone, balançando as mãos. Para mim, tempo perdido é energia perdida", completou o russo.