DRAFT5

Nos playoffs, Boltz espera jogo solto contra RED Canids: "Conhecemos muito bem"

Jogador falou sobre confrontos diante da Vivo Keyd e ainda disse o que espera da partida contra a matilha

por Edmilson Junior / 31 de jul de 2020 - 19:52 / Capa: Divulgação/BOOM
A BOOM estreou na Gamers Club Masters V com derrota diante da Vivo Keyd nesta quinta-feira (31). Por conta disso, muito se esperava pela "revanche" entre as equipes na partida decisiva do grupo A e os lobos tiveram tranquilidade para vencer a partida. Ao ser questionado sobre a certa facilidade, Ricardo "Boltz" Prass disse que a equipe não esperava por isso, mas que iam impor seu jogo.

"Não que a gente esperava uma partida fácil, mas sabíamos que se o jogo tivesse perto do que somos capazes, venceríamos tranquilamente sem cometer muitos erros. Claro que cometemos ainda e, também, eles tiveram rounds que são de mérito deles, mas se a gente tivesse tranquilo e cometendo poucos erros, venceríamos tranquilamente."

Claro que enfrentar novamente a equipe que vence uma partida é algo para acertar os erros e se preparar para conseguir vence-los. Mesmo que algumas equipes façam uma preparação especial, Boltz diz que a equipe apenas conversou e acertou os erros mais graves após a derrota sofrida na tarde desta quinta:

"Não, não teve nada especial. Claro que conversamos depois do jogo que a gente perdeu, mas nada para se preparar em específico. Foi mais para acertarmos algumas coisas que começamos errando porque é normal. Era MD1, a gente cometeu bastante erros e o tempo sem disputar campeonatos também atrapalhou nisso. Apenas comentamos sobre o geral e os erros mais graves."

No confronto decisivo, o que mais chamou a atenção foi o veto da Vertigo, mapa onde a BOOM perdeu na estreia. Ao ser perguntado se eles haviam cometido um equívoco ao deixar o mapa em aberto, Boltz negou e disse que poderiam ter vencido:

"Acredito que não. A gente poderia ter ganhado na Vertigo ontem tranquilamente, mas tivemos erros em rounds de clutch muito graves de 1v3, 1v5. Se não fosse isso, teríamos vencido. E aqui no Brasil, até esse jogo, tínhamos jogado três Vertigo e em nenhuma tomamos mais de cinco rounds, então somos muito confiantes no mapa e não tivemos medo de jogar contra eles. Porém, hoje preferimos vetá-la e jogar outros mapas."

No início da MD3, eles começaram perdendo por quatro a zero, mas o atleta da BOOM afirma que a equipe estava tranquila por conta que o lado TR e CT deles são fortes:

"Tirando o pistol, onde fomos espancados literalmente, a gente deu muito trabalho nos rounds seguintes, sendo clutch ou 2v2. A gente sabe que tanto o nosso TR quanto nosso CT na Mirage é forte, então estávamos tranquilos. Apesar do quatro a zero, sabíamos que a economia deles estava bastante danificada por conta dos forçados. Apenas executamos o que sempre fazemos nos treinos."

Agora, eles enfrentam a RED Canids na semifinal da Gamers Club Masters V. Boltz disse que espera um jogo mais solto por parte da matilha e não tem preferência por adversário em uma eventual final:

"Conhecemos muito bem a RED Canids, alguns jogadores são nossos amigos, mas é um time bem jovem e que tem talento individual. Esperamos um jogo mais solto da parte deles, mais atrelado a parte individual dos jogadores e estamos preparados pra isso. Não temos preferência de adversário, focamos em jogar nosso melhor independente do adversário."

A DRAFT5 está fazendo a cobertura completa da Gamers Club Masters V e a tabela você pode acompanhar através da nossa página das "próximas partidas".
Continua depois do anúncio