DRAFT5

MIBR vacila, perde para compLexity e está eliminada da ECS S7 Finals

Equipe brasileira peca em rounds decisivos e estão fora da competição

por Edmilson Junior / 07 de jun de 2019 - 11:58 / Capa: HLTV
A MIBR conheceu a sua segunda derrota na ECS Season 7 Finals. Na manhã desta sexta-feira(7), os brasileiros sofreram contra a compLexity e viram seus adversários saírem com a vitória por 2 a 1.

Isso permite que os americanos sigam na competição. Entretanto, precisam vencer a Vitality, ainda hoje, às 15h, para avançar às semifinais do torneio. Os brasileiros, por sua vez, estão eliminados.

MIBR 1 vs. 2 compLexity Gaming


MIBR 4x16 compLexity Gaming - Train

A compLexity venceu o pistol. Consequentemente, o antiforçado e antieco. O armado também foi para a equipe americana, que fez belo avanço para o bombsite B, deixando seus adversários em maus lençóis.

A MIBR não conseguia impedir o avanço inimigo, vendo-os se distanciar no placar. Em round forçado, Marcelo "coldzera" David fez triplo abate, mas não foi o suficiente para permitir que sua equipe pontuasse.

Os brasileiros pontuaram pela primeira vez após punir o rush para o bomb B dos americanos. Na sequência, coldzera mais uma vez fez três abates gerando o segundo ponto brasileiro. Entretanto, Hunter “SicK” Mims fazendo quatro eliminações deixou a vantagem americana maior ainda. Vendo a fragilidade de seu adversário, a coL não teve dificuldades para fechar o primeiro half em 3x12.

No segundo pistol, a equipe brasileira viu Shahzeeb "ShahZaM" Khan eliminando três de seus jogadores, permitindo que a coL chegasse ao décimo terceiro ponto. Apesar de pontuar novamente, a MIBR nada pode fazer para evitar a derrota no primeiro mapa por 4x16.

MIBR 16x9 compLexity Gaming - Vertigo

A MIBR fez avanço para o bombsite B para vencer o primeiro pistol. Aproveitando a vantagem bélica, os brasileiros pontuaram mais uma vez na sequência. No armado, apesar de eliminar todos os seus adversários, a coL não conseguiu fazer o defuse a tempo e quem pontuou novamente foram os brasileiros.

Os americanos chegaram ao seu primeiro ponto, após impedir o rush inimigo. Na sequência, os brasileiros tentaram fazer o avanço para o bomb B, mas foram impedidos pela coL, que pontuou de novo. Sem armamentos, a MIBR não conseguiu evitar que seus oponentes chegassem ao terceiro ponto.

As equipes começaram a executar trocas de rounds. Isso teve fim quando coldzera venceu clutch 1vs2, deixando a equipe adversária sem economias. Isso não parecia obstáculo para a compLexity pontuar, mas acabaram ficando mais uma vez sem tempo para fazer o defuse e a MIBR confirmou a vitória no primeiro half, pois chegou no oitavo ponto.

Apesar das tentativas, a equipe americana apresentava dificuldades para se defender e viram seus oponentes fecharem a primeira metade em 10x5.

No segundo pistol, evitando o rush para o bomb B, a MIBR pontuou novamente. O antiforçado e o antieco também foram para os brasileiros, que ficaram próximos da vitória. SicK, com três abates, deu esperanças para sua equipe, que pontuava pela primeira vez na segunda metade.

Após isso, a equipe americana pontuou mais três vezes. Gabriel "FalleN" Toledo, com cinco eliminações, fez com que os brasileiros chegassem ao map point. Em seguida, com belo retake no bombsite A, a MIBR fechou o segundo mapa em 16x9.

MIBR 14x16 compLexity Gaming - Mirage

O pistol foi para a compLexity. Entretanto, com avanço meio e rush no bombsite A, os brasileiros responderam logo na sequência empatando o confronto. Vendo seus adversários sem economias, a MIBR pontuou mais duas vezes, abrindo 3x1 no marcador.

Tendo superioridade nos seus avanços, a equipe brasileira ia se distanciando de seus adversários, que tinham dificuldade para se defender. O segundo ponto americano chegou no nono round, após conseguir impedir o avanço adversário pela região do meio.

A coL começou a emplacar vários rounds em sequência, diminuindo a vantagem construída pelos brasileiros no iníico do mapa. Com isso, a primeira metade terminou em 8x7 para a MIBR.

No segundo pistol, com rápido avanço para o bombsite A, a equipe americana empatou o confronto. Com o antiforçado e o antieco, os americanos passaram à frente, ficando com dois pontos de vantagem.

Ao se restabelecer economicamente, a MIBR não conseguiu evitar novo rush adversário, ficando em situação delicada. Entretanto, logo na sequência, a equipe brasileira se impôs, impedindo o avanço para o bomb A, voltando a pontuar.

Os brasileiros voltaram a apresentar seu melhor do lado CT, pontuando mais três vezes. Porém, a equipe americana conseguiu fazer a passagem para o bombsite A, quebrando a economia adversária. Com isso, eles voltaram a ter vantagem, pois o marcador mostrava 12x13.

A partida estava lá e cá, com as equipes se revezando entre os rounds. Sem economias, a MIBR não conseguiu evitar o rush para o bombsite B e acabou derrotada por 14x16.
Continua depois do anúncio