DRAFT5

junior é movido para o banco da FURIA; h0nda assumirá papel titular

Jogador norte-americano não conseguiu performar bem nos últimos torneios e pediu tempo para "resetar a cabeça"

por Filipe Carbone / 03 de jun de 2021 - 17:05 / Capa: Divulgação/FURIA

Quatro meses após estrear na escalação titular da FURIA, Paytyn "⁠junior⁠" Johnson foi movido para o banco de reservas e será o sexto da jogador da organização. Nesta quinta-feira (3), Nicholas "guerri" Nogueira publicou um vídeo para a torcida esclarecendo a situação do jogador, que pediu um tempo para "resetar a cabeça".

Desta maneira, o jovem Lucas "h0nda" Cano passará a fazer parte do time principal e já estará presente pela FURIA nos próximos compromissos da organização. Desta forma, o jogador já é peça confirmada na equipe que disputará a IEM Cologne, que será o primeiro grande teste do jogador nesta nova oportunidade.

De acordo com guerri, ele teve uma conversa com junior logo após o fim da cs_summit 8, onde a FURIA terminou na segunda posição após derrota para a Team Liquid. Nos últimos quatro eventos, o jogador norte-americano não conseguiu ter um Rating 2.0 maior que 0.91, mostrando um baixo impacto durante as partidas.

Divulgação/FURIADivulgação/FURIA

"A performance dele não foi a esperada nem para a gente e nem para ele mesmo. Isso se dá por diversas razões, né? A primeira delas, ele veio pedir para dar uma resetada, para voltar para casa porque ele estava cansado e se sentindo pressionado. É difícil demais para um menino americano, jovem...", disse o treinador.

Guerri também destacou que a comunicação entre junior e o grupo brasileiro, dentro do servidor, não chegou no nível que ele esperava. Por isso, o treinador aponta este como um dos possíveis motivos da queda de rendimento do AWPer norte-americano e de "escorregadas" cometidas pela própria FURIA desde a chegada do jogador.

"Com isso, o h0nda entre no lugar como quinto jogador. É um garoto novo, que já vem passando por todas as experiências com a gente. Vem treinando, vem vendo a gente jogar campeonatos, as nossas conversas. É um h0nda muito mais maduro, um cara que vai agarrar muito essa oportunidade. Estou muito feliz de poder contar com ele".

Continua depois do anúncio

DESEMPENHO DE JUNIOR

A saída de junior do time titular acontece quatro meses depois da estreia dele pela FURIA após se juntar à equipe. Ironicamente, o próprio norte-americano cedeu uma entrevista afirmando que o quinteto conseguiria atingir 100% do potencial quatro meses depois.

Foto: Reprodução/HLTVFoto: Reprodução/HLTV

Desde quando chegou na FURIA, junior não conseguiu mostrar o jogo intenso e cheio de energia que o levou a fazer parte da organização brasileira no tempo que defendia a Triumph. De lá para cá, foram sete eventos disputados com o time do Brasil, onde os números não aprovaram tanto assim.

A melhor performance de junior foi na BLAST Premier Spring Showdown, onde a FURIA terminou entre 5º/8º posição. Neste evento, ele terminou com o saldo positivo e um Rating 2.0 de 1.10. Antes disso, conseguiu garantir um Rating 1.03 na IEM Katowice, primeiro torneio ao lado dos companheiros brasileiros.

Entretanto, era mais comum ver o norte-americano bem abaixo da média e longe do que todos poderiam esperar dele. Nos outros cinco eventos o Rating 2.0 de junior flutuou entre 0.54 e 0.93. Em nível de comparação, enquanto atuava pela Triumph terminou abaixo de 1.0 apenas duas vezes nos últimos 10 campeonatos.