DRAFT5

HUNDEN alega que os jogadores da Heroic eram cúmplices no caso do bug do Coach: "Alguns sabiam disso"

O treinador foi demitido da organização em julho de 2021

por Pietro Santiago / 26 de ago de 2021 - 18:04 / Capa: Stephanie Lindgren/DreamHack

Nicolai "⁠HUNDEN⁠" Petersen colocou mais lenha na fogueira contra a Heroic nesta quinta-feira (26). Em uma entrevista para o TV2.dk, o treinador afirmou que alguns jogadores do time sabiam que o mesmo utilizava o bug do coach.

"Alguns jogadores sabiam disso. Não quero colocar nomes, pois acho que depende dos próprios jogadores. (se manifestarem)", afirmou HUNDEN. Ao ser questionado sobre o porquê estava falando isso apenas agora, o treinador de 30 anos ressaltou que não tem mais nada a perder.

A reportagem ainda revelou que teve acesso a documentos e diálogos datados da época. Por meio do Twitter, o comentarista Jacob "Pimp" Winneche disse que também viu os documentos citados na reportagem, ressaltando que "é altamente provável que ele (HUNDEN) esteja dizendo a verdade".

Vale ressaltar que HUNDEN havia dito anteriormente que agiu sozinho, sem o conhecimento dos companheiros de equipe, no caso do bug do coach. Isso foi um dos tópicos abordados na resposta do CEO da Heroic, Joachim Haraldsen, à reportagem.

Continua depois do anúncio

"Ele muda sua explicação após ter sido demitido da equipe em julho e pouco tempo antes da ESIC vir com uma decisão definitiva. Estou convencido de que a ESIC e o resto do mundo verão que HUNDEN falhou com seus colegas de equipe trapaceando, falhou com eles ao compartilhar informações confidenciais com um grande concorrente e agora está falhando com eles pela terceira vez tentando culpá-los por seus atos."

Assim como revelado pela Esports Integrity Commission (ESIC) no último final de semana, a comissão divulgará nesta sexta-feira (26) a decisão sobre a punição de HUNDEN por ter supostamente compartilhado informações confidenciais do livro de estratégia de Heroic com outras equipes antes da IEM Cologne 2021.