Gráfico mostra retorno da M4A4 em partidas após nerf da M4 com silenciador

Dados coletados em 250 mil partidas mostram que todos os mapas tiveram queda no uso da M4A1-S

por Filipe Carbone / 30 de Nov de 2022 - 16:30 / Capa: Reprodução/YouTube

Uma análise realizada pelo Scope.gg em mais de 2 milhões de compras em mais de 250 mil rodadas revelou que o uso da M4A4 voltou a subir no Counter-Strike: Global Offensive após a atualização que nerfou a M4A1-S, também chamada de M4 de biquinho.

Os gráficos, concedidos com exclusividade para a DRAFT5, apontaram que o uso da M4A4 subiu em todos os mapas presentes no Counter-Strike. A atualização alterou o poder de alcance do armamento e fez com que os tiros causassem menos dano aos adversários à longa distância.

De acordo com a análise divulgada pelo Scope.gg, cerca de 50% dos jogadores optavam pela M4A1-S nas rodadas com rifles, enquanto menos de 10% compravam a M4A4. Depois da atualização, esse número reduziu para cerca de 40%.

De qualquer maneira, a migração para a M4A4 foi o suficiente para fazer com que a taxa de uso do armamento fosse dobrado em rodadas de rifles, passando de 7% para 15%. Apesar de a M4 de biquinho ainda ser a favorita, uma mudança de postura começou a acontecer entre os jogadores.

Continua depois do anúncio

Apesar de a M4A1-S estar mais potente na curta distância do que na longa, a análise revelou que poucos jogadores fazem a mudança do armamento de acordo com o mapa. A maior queda ficou por conta da Tuscan, que tinha 51% do uso na M4 de biquinho e passou a ter 36% após a atualização. Veja o gráfico completo abaixo:

MapaUso da M4A1-S antes do patchUso da M4A1-S depois do patch
Anubis47%43%
Ancient46%39%
Vertigo50%44%
Cache47%41%
Tuscan51%36%
Overpass50%43%
Nuke48%42%
Inferno49%43%
Dust 247%41%
Mirage48%42%