DRAFT5

fox dá pausa na carreira por motivos pessoais

Veterano de 34 anos é um dos mais experientes atletas em atividade no Counter-Strike

por Lucas Benvegnú / 20 de jul de 2021 - 15:00 / Capa: fraglider.pt

Ricardo "⁠fox⁠" Pacheco terá de se abster de seus compromissos profissionais por tempo indeterminado. A parada na carreira competitiva do veterano foi comunicada no início da tarde desta terça-feira (20) por meio das redes sociais da OFFSET Esports, organização portuguesa a qual o AWPer vinha servindo desde janeiro.

"O fox continuará a fazer parte da família OFFSET Esports, mantendo também o seu vínculo contratual, assim como contará com todo o nosso apoio", apontou a organização em comunicado oficial. "Informamos que hoje mesmo iniciaremos as negociações pela contratação de mais um jogador para nossa equipe", completou.

Aos 34 anos, fox carrega consigo o peso de ser um dos mais experientes atletas em atividade no Counter-Strike. Atuando competitivamente desde o início dos anos 2000, o português já representou algumas das melhores equipes de sua região, além de ter se aventurado em escalações europeias durante parte de sua carreira.

Defendendo tags como x6tence e k1ck no 1.6, o português expandiu seus horizontes em 2015, já no CS:GO, ao aceitar a proposta de defender o super time da Kinguin, que àquela altura possuía nomes como Håvard "⁠rain⁠" Nygaard e Adil "⁠ScreaM⁠" Benrlitom. fox ainda viria a representar G2 e FaZe Clan entre 2015 e 2016, disputando campeonatos do mais alto calibre sob tais bandeiras.

Dispensado pela FaZe Clan, o atleta aceitaria o convite dos brasileiros da SK Gaming para servir como stand-in durante o ELEAGUE Major Atlanta 2017, sendo peça-chave para que a equipe alcançasse as semifinais do torneio, ganhando assim o respeito e a admiração da torcida brasileira pelos serviços prestados.

Continua depois do anúncio
fox ganhou o carinho por ter atendido ao chamado da SK | Foto: Divulgação/SK Gamingfox ganhou o carinho por ter atendido ao chamado da SK | Foto: Divulgação/SK Gaming

Após alguns insucessos em suas novas empreitadas internacionais com Dignitas, Kinguin e Tempo Storm, fox voltou a tentar montar um time português capaz de competir no mais alto nível, conseguindo alguns resultados animadores com a Giants em 2019. Desde o início do ano, Ricardo vinha defendendo as cores da OFFSET.

De acordo com o site especializado HLTV.org, fox sequer pensa em pendurar seu mouse. O portal ainda revelou que, durante a pausa em sua carreira competitiva, o português segue disposto a escutar propostas. Por ora, a OFFSET vê-se reduzida a:

 Filipe "NOPEEj" Dias
 Rui "RIZZ" Lima
 Bruno "shellzi" Teixeira
 Diogo "snapy" Rodrigues

 Vasco "vsk" Santos (Coach)

 Ricardo "⁠fox⁠" Pacheco (Inativo)

Saiba Mais Sobre

Notícias Relacionadas