DRAFT5

Exército Brasileiro dá os primeiros passos nos esports com torneio de CS

Braço brasileiro das Forças Armadas criou também um grêmio destinado à Academia Militar da Agulhas Negras (AMAN)

Exército Brasileiro dá os primeiros passos nos esports com torneio de CSFoto por: Divulgação / Exército Brasileiro
Seguindo os passos das Forças Armadas dos Estados Unidos, o Exército Brasileiro resolveu ingressar nos esportes eletrônicos. Os primeiros passos dados foram a criação de um grêmio destinado à Academia Militar da Agulhas Negras (AMAN), que recebeu o nome de AMAN eSports, e a realização de um campeonato de Counter-Strike: Global Offensive.

Segundo o Exército, o torneio contou com a participação de sete equipes, todas elas da AMAN, e foi conquitado pelos alunos do 2º ano do Curso de Intendência após vitória sobre o 2º ano do Curso de Comunicações.

"Independentemente do resultado, os cinco jogadores de cada grupo ganharam a oportunidade de aprimorar os atributos cognitivos e afetivos, além de aguçar a concentração, o pensamento estratégico e o raciocínio lógico", afirmou o Exército em comunicado.

Explicando a entrada nos esports, o braço das Forças Armadas do Brasil apontou que "no mundo todo os esportes eletrônicos têm angariado um grande número de adeptos. Nos Estados Unidos, as Forças Armadas contam com equipes no Exército e na Marinha, além dos times da Academia da Força Aérea e da Academia Militar de West Point".

"Logo, não iria demorar para novos fãs de jogos eletrônicos se manifestarem no Brasil. Em muitas instituições educacionais, a prática já é realidade e, inclusive, é incentivada com a realização de campeonatos universitários por assimilar o aprendizado com a inovação na forma de aprender e ensinar", finalizou.

Apesar de ter falado sobre a criação da AMAN eSports, o Exército não especificou quais serão as modalidades atendidas pelo grêmio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Notícias Relacionadas