DRAFT5

Entre altos e baixos: confira como foi o semestre da Case Esports

Temporada da equipe teve altos e baixos, dando esperança para o futuro

por Ricardo Vaz de Melo / 05 de Ago de 2022 - 12:00 / Capa:

A temporada regular de Counter-Strike passou da metade e já começa a encaminhar para o fim. Antes dos principais compromissos no final do ano, as equipes profissionais vão fazer uma pequena pausa até o mês de agosto.

Sendo assim, aproveitando o player break, a DRAFT5 preparou um resumo do primeiro semestre das principais equipes brasileiras do cenário internacional. Hoje, vamos falar como foi a temporada da Case Esports até o momento.

Novo elenco

O começo do ano nos bastidores da Case Esports foi bem movimentado. Sem um bom desempenho em 2021, a organização resolveu reformular todo o elenco, decidindo manter somente Yan "yepz" Pedretti na equipe.

Para completar o time, a Case fechou a contratação dos jovens Rodrigo "RCF" Figueiredo, Lucas "honda" Honda e Arthur "f4stzin" Schmitt. Por fim, o veterano Lucas "steel" Lopes foi o escolhido para liderar a escalação.

Foto: Divulgação/CaseFoto: Divulgação/Case

Primeiros compromissos

Mantendo suas instalações na Europa, a nova line-up da Case Esports participou dos seus primeiros compromissos em território internacional. Apesar disso, a equipe não teve um bom sucesso, sendo eliminada até em classificatórios abertos para alguns campeonatos.

Mesmo assim, com toda a estrutura proporcionada pela organização e com o aprendizado de um cenário mais evoluído que o brasileiro, a Case Esports acumulou bastante experiência para os compromissos seguintes.

Bom desempenho nacional

Já em território brasileiro, o desempenho da equipe melhorou consideravelmente, o que acarretou em títulos conquistados. A Case foi campeã da Aorus League Brasil e da Aorus League Latam, derrotando Isurus e Boca Juniors, respectivamente.

Coroando o bom trabalho no primeiro semestre do ano, a Case também garantiu vaga no RMR das Américas para o PGL Major Antwerp 2022. A equipe brasileira ficou em primeiro lugar no classificatório, derrotando a Imperial.

Continua depois do anúncio

Queda no nível

Na Romênia, o nível de jogo da Case começou a cair. Por conta do bom desempenho no Brasil, principalmente no classificatório para o RMR das Américas, a equipe brasileira chegou como uma das favoritas a conquistar uma das vagas para o PGL Major Antwerp 2022.

Apesar disso, a Case ficou no quase e amargou a eliminação na última partida do campeonato. A equipe começou bem, derrotando a Bad News Bears. Entretanto, um novo duelo contra a Imperial marcou a primeira derrota do time, que também perdeu para a Party Astronauts no jogo seguinte.

Pressionada por uma possível eliminação, a Case despachou a Isurus mais uma vez e enfrentou a paiN Gaming no jogo decisivo. Uma derrota por 2 a 0 eliminou a equipe, que não conseguiu mais se encontrar na temporada.

Josip Brtan/HLTVJosip Brtan/HLTV

Após o RMR das Américas, a Case Esports disputou dois campeonatos: o Esport Tour 2022: Series #1 e a Pinnacle Cup IV; porém, acabou nas últimas colocações, amargando eliminações precoces. Na sequência, a Case disputou vários classificatórios, mas não obteve êxito em nenhum deles.

Com a pausa na temporada, após um ano bastante movimentado, o sentimento que fica sobre a Case Esports é que dava para ter feito mais. Apesar disso, o bom desempenho nacional da equipe e a quase classificação para o Major deixa o time com boas esperanças para o futuro.