Notícias, horários e resultados do IEM Rio Major 2022 em nosso hub exclusivo
Clique aqui

Depois de dois Majors, FURIA não se classifica diretamente como Legends

Última vez que brasileiros disputaram o Challengers foi em 2019

por Ariela Vasquez / 05 de Out de 2022 - 22:30 / Capa: Stephanie Lindgren/ESL

A FURIA terá um caminho mais longo caso se classifique para o IEM Rio Major 2022, visto que possui uma vitória e uma derrota no RMR das Américas nesta quarta-feira (05). A derrota obtida impede que os brasileiros se classifiquem como Legends. Para que tal feito fosse alcançado, a FURIA teria que ter vencido todos os jogos.

Os brasileiros estrearam com vitória em cima da Infinity por 16 a 2. Já no segundo jogo do dia, as panteras tiveram dificuldades contra a Evil Geniuses na Nuke. Na reta final, o time chegou a flertar com o empate para levar para a prorrogação, mas a EG venceu por 16 a 14. O resultado impede que a FURIA vá ao Major diretamente como Legends.

O time ainda tem chances de se classificar como Challengers, e caso aconteça, terá que jogar uma etapa a mais que nas duas edições anteriores. Igual ao RMR, a FURIA terá que somar três vitórias no Challengers para avançar ao Legends no Rio de Janeiro.

Os brasileiros foram Legends no PGL Major Antwerp 2022 e PGL Major Stockholm 2021. A última vez fez que disputaram um Challengers foi na StarLadder Berlin Major 2019, quando estavam no Minor Challengers junto do INTZ, sendo os únicos brasileiros naquela etapa.

Continua depois do anúncio

Em 2019, a FURIA venceu apenas a HellRaisers na MD1. Com três derrotas, o time ficou em 20º lugar. Em Estocolmo, o time garantiu o 5º lugar; e na Antuérpia, as panteras conseguiram subir uma colocação e ficar em 4º.