DRAFT5

Com R$800 mil em premiação, CBCS é anunciado

Investimento viabiliza CBCS até 2024, contando com R$800 mil de premiação ao ano

por Lucas Benvegnú / 03 de Jul de 2019 - 17:55 / Capa: Arte/DRAFT5
Em parceria com o Grupo Globo, a DCSet Group anunciou nesta quarta-feira (3) o Campeonato Brasileiro de Counter-Strike. O anúncio foi feito através de nota aberta à imprensa.

Segundo a nota, o campeonato, abreviado como CBCS, será desenvolvido no formato de franquia, espelhando-se em torneios como a NBA, MLS, Overwatch League e as Ligas de League of Legends. Inicialmente, oito equipes farão parte da CBCS, sendo sócias da competição.

A competição almeja tornar-se o principal produto do CS latino-americano em 2020, ano em que contará com três temporadas, planejando distribuir ao todo R$800 mil entre os times participantes, além de dar vaga em grandes campeonatos internacionais.

Em 2019, o torneio contará com duas temporadas, nas quais serão distribuídos R$420 mil em premiação, começando no segundo semestre. O time campeão da Liga irá assegurar vaga na StarSeries i-League Season 8, campeonato organizado pela StarLadder, que contará com a premiação total de $500 mil.

A primeira temporada do CBCS acontecerá durante a GameXP, evento que acontece no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, entre os dias 25 e 28 de julho.

Confira abaixo a lista de equipes confirmadas para a primeira temporada da CBCS:

INTZ
Redemption POA
Evidence
Black Dragons
Skullz Gaming

O CBCS terá todos os seus jogos sendo realizados no estúdio de sua produtora, em São Paulo, com as partidas sendo transmitidas através do SporTV e outras plataformas de streaming.

"O investimento da companhia em games tem como objetivo ampliar sua atuação de liderança no mercado de entretenimento e colaborar no desenvolvimento da indústria na América Latina. Estruturar o mercado de uma das principais comunidades no Brasil, o Counter-Strike, investindo na profissionalização da modalidade por meio de campeonatos e clubes é o compromisso do grupo no CBCS”, disse Rodrigo Mathias, CEO da DCSet Group, responsável pelo campeonato.

Estamos muito felizes em dar mais um passo neste caminho do desenvolvimento dos eSports no Brasil. Seguimos investindo consistentemente em iniciativas que agregam valor ao universo gamer, e faltava um campeonato à altura do CS:GO, uma das maiores, mais antigas, e mais apaixonadas comunidades dos eSports", afirmou Leandro Valentim, ligado às iniciativas do Grupo Globo nos Esports.

A nota da DCSet Group ainda fala sobre a criação da ABCS, Aliança Brasileira de Counter-Strike, entidade formada pelas organizações que farão parte do CBCS que tem como objetivo regular os campeonatos que fazem parte do calendário do CS:GO brasileiro.

Segundo a mesma nota, o CBCS recebeu investimento suficiente para dar continuidade à liga até 2024, contando com três temporadas ao ano, com premiação de mais de R$800 mil por ano.
Continua depois do anúncio