DRAFT5

Atualização 21/9 traz nova operação, drop de granadas, mudança na porta da D2 e muito mais

Mudanças lançadas pela desenvolvedora prometem mudar a estrutura do jogo

por Filipe Carbone / 21 de set de 2021 - 22:56 / Capa: Divulgação/Valve

Confira o patch note completo:

(OPERATION RIPTIDE)
- Apresentando a Operação Riptide, com novos mapas, novas missões e novas maneiras de jogar seus modos de jogo favoritos! Ative uma Operação Riptide Pass e conclua suas missões para ganhar recompensas, incluindo todos os novos agentes, coleções de armas, adesivos e patches.

(MODOS DE JOGO)
Filas privadas de matchmaking
- Gere um código de fila e compartilhe com seus amigos para criar uma partida privada nos servidores da Valve
- Ou selecione seu grup ode amigos da Steam e jogue uma partida exclusivamente com seus amigos daquele grupo

Competitivo curto
- Adicionado a opção de selecionar a preferência por duração da partida no modo competitivo de matchmaking.

Mata-mata
- Adicionado a opção mata-mata clássico, mata-mata em equipe (primeiro time com 100 eliminações ganha) e free-for-all, onde todos os jogadores são inimigos.

Demolição
- Reduzido o número máximo de rounds para 10 e eliminado a troca de equipes no half-time
- Reduzido o tempo do round
- Ajustado a progressão de arma

Corrida armada
- Ajustada a progressão de armas
- Jogadores agora receberão injeção de cura após três eliminações

(JOGABILIDADE)
- Granadas podem ser dropadas como armas
- Visão após a morte reduzida de 3 para 2 segundos (visão após headshot reduzida de 1 para 0,5 segundos)
- Deagle: reduzido dano com tiros no corpo
- M4A41-S: adicionado dano em tiros no corpo
- Dual Berettas: preço reduzido para $300
- Riot Shield: adicionado na opção de compra de armas pesadas, podendo ser compradas por CTs no modo casual de resgatar reféns

(MAPAS)

- County foi adicionado no matchmaking oficial do Danger Zone
- Basalt e Insertion II adicionados no matchmaking oficial do Competitivo, Casual e mata-mata
- Ravine e Extraction foram adicionadas na lista de mapas no matchmaking do braço-direito
- Os mapas a seguir não estão mais disponíveis no matchmaking oficial: Grind, Mocha, Pitstop, Cavalera, Frostbite

Dust2:
- Pequena mudança de visibilidade do spawn T para o Meio
- Melhorada a visibilidade do Escuro Alto para o Altar

Inferno:
- Portão próximo ao cimento alterado
- Revisado o layout do 1v1
- Bugs corrigidos

Ancient
- Aumentado o tamanho da área de plant da C4 em ambos os bombsites
- Corrigido a penetração de bala nas superfícies de madeira
- Outras otimizações
- Adicionado arena 1v1

Confirmando os rumores publicados pela DRAFT5 nesta terça-feira (21), a Valve lançou a nova atualização do Counter-Strike: Global Offensive com mudanças que prometem abalar a estrutura do jogo. Além da nova operação, chamada Riptide (que já havia sido adiantada pela D5), a desenvolvedora também permitiu o drop das granadas e fechou a a visão da porta do meio da Dust 2 por parte dos TRs, entre outras novidades.

Enquanto muitos acharam que não passava de uma pegadinha por parte da desenvolvedora, a Valve confirmou que as granadas poderão ser dropadas para os companheiros de equipe. Em nota, ela apontou que isso poderá ser possível "na maioria dos modos de jogo". A opção era muito pedida pelos jogadores, que sentiam falta de poder compartilhar os equipamentos com os colegas de time.

Reprodução/CS:GOReprodução/CS:GO
Continua depois do anúncio

Outra mudança gigantesca e que fazia parte do pedido de muitos jogadores é na porta da Dust 2. Agora, os jogadores Terroristas não poderão mais ver a passagem dos Contra-Terroristas para o Bombsite B.

Além disso, os jogadores também perceberão mudanças nos armamentos, prometendo alterar o meta do Counter-Strike daqui a para frente. Isso porque a M4A1-S passará a dar mais dano nos adversários. Enquanto isso, a Desert Eagle, uma das pistolas que batia de frente com diversos rifles, passará a dar um pouco menos. Por fim, a Dual Berettas sofreu redução no preço.

NOVA OPERAÇÃO

Foto: Divulgação/ValveFoto: Divulgação/Valve

Nesta terça, a DRAFT5 compartilhou informações que haviam sido vazadas pela comunidade. Nela, foi possível ver a primeira imagem da nova atualização, assim como o novo nome. Assim como na Operação Presa Quebrada, os jogadores poderão adquirir estrelas ganhando as missões. Os coins da operação serão upadas após conseguir 33 (nível prata), 66 (nível ouro) e 100 (nível diamante).

Ao todo, serão 16 semanas de operação, ficando disponível até o dia 20 de fevereiro de 2022. Entre as recompensas, estão novos agentes. Entre eles um brasileiro que carregará a bandeira do Brasil no traje. Além disso, também haverá novas caixas, com skins totalmente novas, e adesivos totalmente novos.

MUDANÇA NA CRIAÇÃO DE PARTIDAS

Outra novidade também está na criação de partidas "mix" dentro do próprio CS:GO, podendo desafiar amigos para partidas no matchmaking. Ainda neste ponto, também será possível encontrar partidas mais curtas com apenas nove rounds a serem jogados para o time precisar vencer.

Foto: Divulgação/ValveFoto: Divulgação/Valve

Outra novidade é o free-for-all, um modo mata-mata onde todos os jogadores brigarão contra si com o objetivo de melhorar o desenvolvimento no jogo. Ainda neste modo, será possível jogar em equipe no mata-mata, onde o time que conseguir 100 eliminações será considerado o vencedor do confronto.

Relembrando os tempos antigos de Counter-Strike 1.6, os jogadores mais recentes que não tiveram a oportunidade de conhecer poderão ver pela primeira vez um escudo em ação no FPS da Valve. Isso porque foi ele foi adicionado no modo casual para resgatar reféns.

NOVAS COLEÇÕES

Como se os cosméticos da nova operação não fosse o suficiente, a Valve também apresentou coleções de mapas já presentes no jogo.