DRAFT5

Atropelada pela Cloud9, FURIA repete pior desempenho de sua história

Equipe brasileira não perdia por 16 a 1 desde fevereiro de 2019

por Lucas Benvegnú / 22 de mar de 2021 - 17:35 / Capa: Igor Bezborodov/StarLadder

Alegria de uns, tristeza de outros, a FURIA foi simplesmente dizimada pelo Colosso da Cloud9 na tarde desta segunda-feira (22), em partida válida pela quarta rodada do Grupo C da ESL Pro League S13. O resultado maiúsculo manteve os europeus firmes na luta por uma vaga nos playoffs, ao mesmo tempo em que representou a repetição do pior resultado da história da equipe brasileira.

16de_overpass6
16de_nuke1
0de_vertigo0

Após ser completamente dominada na Overpass, onde saiu derrotada por 16 a 6, a FURIA foi à luta em seu pick, Nuke, onde chegou a estar perdendo por sonoros 12 a 0 antes de fazer aquele que seria seu único tento no mapa, finalizado em acachapantes 16 a 1 para a Cloud9.

Tal resultado não se repetia desde o longínquo mês de fevereiro de 2019, quando a então azarona FURIA foi à Polônia para disputar o IEM Katowice Major 2019. Curiosamente, a adversária naquela ocasião também era a Cloud9, apesar da escalação norte-americana ser completamente diferente.

Última derrota por 16 a 1 sofrida pela FURIA havia sido durante o IEM Katowice Major 2019 | Foto: Damian Gatkiewicz/ESLÚltima derrota por 16 a 1 sofrida pela FURIA havia sido durante o IEM Katowice Major 2019 | Foto: Damian Gatkiewicz/ESL
Continua depois do anúncio

Na ocasião, ambas as equipes chegaram à quarta rodada da primeira fase com saldo de 1V-2D, o que significava que apenas a vitória interessava para manter uma das duas viva na competição. Após emplacarem 16 a 1 na Mirage, as tropas de Andrei "arT" Piovezan foram trucidadas pelo mesmo placar na Inferno, graças à uma estrondosa atuação de Timothy "autimatic" Ta, que comandaria a vitória da Cloud9, eliminando os brasileiros do torneio de $1 milhão.

Antes disso, a equipe já havia sido derrotada por tal margem durante a Liga Pro de fevereiro de 2018, quando Nicholas "guerri" Nogueira e Guilherme "spacca" Spacca ainda faziam parte da escalação ativa da organização. Naquela ocasião, derrota perante a YeaH! de Caio "zqk" Fonseca e companhia por 16 a 1 na antiga Cache.

Apesar dos pesares, a FURIA ainda se encontra em posição muito confortável na ESL Pro League S13. Vice-líder do Grupo C com 3V-1D, a equipe capitaneada por arT já está garantida nos playoffs. No fechamento da fase de grupos, os brasileiros ainda enfrentarão a russa Gambit, às 15h da próxima quarta-feira (24).