DRAFT5

Após cair para a BOOM, mawth fala de reestruturação e afirma: "fizemos o possível"

IGL da composição vê resultados como positivos e diz que estarão mais preparados no CLUTCH

Após cair para a BOOM, mawth fala de reestruturação e afirma: "fizemos o possível"Foto por: Rafael Veiga/DRAFT5
Após a derrota para a BOOM, a Vivo Keyd foi eliminada da Gamers Club Masters V. O confronto foi unilateral, com um atropelo pelo lado dos lobos, fechando o confronto em dois mapas a zero, com parciais de 16 x 4 na Mirage e 16 x 8 na Nuke.

O IGL dos guerreiros, Matheus "mawth" Gonçalves, concedeu entrevista coletiva, onde falou sobre os resultados da equipe e alguns outros assuntos. Primeiramente, disse estar satisfeito com o desempenho de sua equipe durante a competição:

"Treinamos 10 dias para a GC Masters. Creio eu que fizemos o possível, o que estava ao nosso alcance. Desde o dia 20 até hoje, reestruturamos nosso map pool quase completo, com exceção da Dust 2, que é nosso veto, mas temos ela pronta. No treino estava tudo indo bem, mas o que vale é o campeonato, então não temos como adivinhar o que vai acontecer sabendo que jogamos poucos campeonatos. Tivemos o CLUTCH e a GC Masters. Só aprendemos com os erros no campeonato. Enfrentamos uma equipe na MD3 contra a melhor equipe em solo brasileiro, mas não vai ser algo que vai nos abalar. Estamos satisfeitos com a evolução que estamos tendo."

Ainda reforçou que os erros apenas se corrigem após o campeonatos e que estarão preparados para o CLUTCH, afirmando que o desempenho foi positivo:

"Eu avalio como positivo, sim. O jogo foi decidido nos detalhes. Foram bons os resultados que tivemos. Não tem campeonato, o CLUTCH acabou alguns meses atrás e viemos jogar direto. É aquilo: treino é treino, campeonato é campeonato. Vamos vir mais preparados para o CLUCTH e vamos continuar trabalhando para poder melhorar."

Mawth fala que, por conta da troca de Guilherme "piria" Barbosa por Victor ''puni'' Marques, a equipe teve que mudar todo o estilo de jogo, além do map pool em apenas 10 dias:

"Mudamos tudo. Por mais que falta uma peça X no time, as vezes quem entra é a peça Y e ela não vai substituir a peça que falta. Por isso tivemos que reestruturar todos os mapas e fizemos isso em 10 dias. Assim, digo que nossos resultados foram bons. Enfrentamos caras que vieram de fora e mesmo assim ganhamos um mapa deles. Esse fator de reestruturar se torna uma incógnita, mas mesmo assim fiquei satisfeito com nossos resultados."

Ele ainda conta que esperavam o veto da Vertigo e assim também como já esperavam os mapas que foram escolhidos na partida diante da BOOM:

"Esperávamos o veto (da Vertigo), porque quando você incomoda seu adversário nos vetos já é favorável para o resultado final. Então a gente esperava que eles não iriam arriscar a Vertigo, até porque não tem como não falar que é um dos mapas mais fortes do nosso map pool, mesmo após a troca de jogador. Já imaginávamos que seriam esses mapas que rolou e não deu, hoje o dia estava para os caras, não estávamos no mesmo pique de ontem. Mérito deles." - finalizou
Gamers Club
Faça parte da maior comunidade de CS:GO da América Latina. Na Gamers Club você pode jogar campeonatos, aprender com jogadores profissionais e iniciar sua carreira no cenário competitivo. E ainda pode jogar com seus amigos apenas por diversão. Venha viver o game.
Conheça a Gamers Club

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Saiba Mais Sobre

Notícias Relacionadas