Analista mostra pontos onde dano da M4A1-S ficou similar ao da M4A4

Atualização mais recente da Valve trouxe nerf na arma silenciada que dominou o meta no último ano

por Igor Oliveira / 22 de Nov de 2022 - 19:30 / Capa: Reprodução/Nesha Store

Na última semana, a Valve surpreendeu aos jogadores de CS:GO ao subir uma atualização que, além de tirar a Dust2 da rotação, também trouxe mudanças significativas no meta das armas. Isso porque a M4A1-S teve uma redução no dano que causa ao depender da distância.

Com a alteração, os experts do CS:GO mundo afora já começaram a apontar os efeitos práticos da atualização. Neste contexto, o analista Nick Todd publicou em seu Twitter alguns dos pontos em que a arma silenciada passou a precisar da mesma quantidade de tiros no peito que a M4A4 para derrubar o inimigo.

"Lugares nos mapas que requerem cinco tiros no peito com a A1-S, não mais fazendo a arma mais 'rápida' que a A4. É surpreendentemente perto quando colocado em exemplos no mundo real, o suficiente para convencer as pessoas a mudar?", apontou Todd.

Na thread feita pelo analista, ele separa quatro 'spots' de diversos mapas, como Mirage, Ancient, Inferno, Nuke, Overpass e Vertigo. Todd ainda aponta que em sua análise feita, a quantidade pode variar para quatro tiros, caso algum deles pegue em regiões próximas do estômago.

Continua depois do anúncio

A análise feita por Nick Todd é uma das que mostra a possibilidade que a M4A4, a padrão, volte a ser utilizada dentro do meta profissional. Já será possível ver os efeitos do update da Valve na Blast Premier World Final, que começa nesta quarta-feira (23).